Secretaria de Saúde dá o seu recado no Pré-caju 2003

0

Período de festa é momento, também, de alimentar-se bem. Mas são poucas as pessoas que deixam de fazer “aquele lanche” na rua. Para quem tem esse hábito, a Vigilância Sanitária faz um lembrete: prestar atenção ao manuseio dos alimentos e se eles estão nos lugares adequados, principalmente a maionese, que deve estar um local refrigerado – afinal ela é a principal causadora das intoxicações. E Pré-Caju também é informação sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e AIDS. Para conscientizar o público que está participando da festa, dentro ou fora dos blocos, as secretarias Municipal e Estadual de Saúde colocaram, no primeiro dia da festa, o bloco da Prevenção na avenida, mostrando de forma divertida quais os cuidados que devem ser tomados antes, durante e após a festa. Além disso, em todos os outros dias, continua funcionando uma barraca armada em frente ao posto Aracaju, localizado na 13 de Julho, onde serão distribuídos camisinhas, folders explicativos com relação às DSTs/AIDS e à dengue, já que nesse período é grande o número de turistas na cidade. SAMU – E para quem se exceder na bebida, o Serviço de Atendimento Municipal de Urgência – SAMU – está com doze ambulâncias trabalhando durante os quatro dias do Pré-caju. Oito dessas ambulâncias estão distribuídas em todo o percurso dos blocos e as outras quatro a postos no Parque da Sementeira. Haverá tembém dois postos de atendimento, sendo que um está localizado na entrada da avenida Francisco Porto e outro na Sementeira. O atendimento começa às 17 horas e termina às 5. Segundo a assessora de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, a secretaria está tentando trabalhar da melhor forma possível, para ajudar as pessoas que forem para às ruas. Por Adriana Aquino

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais