Secult lança Projeto de Intercâmbio e Difusão Cultural

0

Promover a difusão e o intercâmbio da cultura sergipana nas áreas das artes visuais, artes cênicas, música, patrimônio cultural, audiovisual e de outras expressões culturais. Este é o principal objetivo do projeto ‘Intercâmbio e Difusão Cultural’, formulado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), que visa apoiar financeiramente nos custeios de transportes de artistas, técnicos e estudiosos em eventos culturais nacionais e internacionais.

O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e do Conselho Estadual da Cultura (CEC), através do Fundo Estadual de Cultura e Arte (Funcarte), e está sendo bastante comemorado pelos agentes culturais sergipanos.

Inscrições e processo seletivo

Os interessados em inscrever-se no edital devem ter viagens agendadas para ocorrer entre setembro de 2011 e janeiro de 2012. Além disso, os candidatos devem enviar à sede da Secult uma minuta do projeto, com a cotação dos valores das passagens solicitadas, incluindo os respectivos trechos em horário comercial, anexando, também, um endereço de email e um telefone para contato. Todas as exigências estão enumeradas no edital já disponível no site da Secult.

Duas categorias poderão participar do edital: grupo e individual. A seleção das candidaturas será realizada por uma comissão de avaliação – constituída por representantes designados pela Secult, nomeados por Portaria e com a participação do Conselho Estadual de Cultural. A comissão se reunirá mensalmente para realizar o a seleção seguindo cronograma previsto em edital, tornando o processo mais dinâmico.

Agentes culturais comemoram iniciativa

Para o organizador do Grupo de dança Xodozinho da cidade de Carmópolis, José Dionísio Santos, o projeto idealizado pela Secult é de suma importância, pois valoriza as ações realizadas pelo seu grupo. “Sentimos muita falta de sair do estado e com este edital podemos tornar essa prática mais constante, não só com nosso grupo, mas com todos que fazem cultura em Sergipe”, afirmou o agente cultural.

Já a estudante do curso de Teatro da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e atriz do Grupo Teatral Sete Panos de Lagarto, Julielis Ramos, conta que já deixou de participar de eventos em outros estados pela falta de transporte para chegar ao local. “É fundamental levar nossa cultura para outros estados. Participei do Birô Cultural há alguns meses e pretendo, agora, colocar na prática o que aprendi na elaboração de projetos, participando desse edital”, dialogou Julielis.

Também entusiasmada com o edital, a única marcadora de quadrilhas de Sergipe, Elivânia Vieira, ressaltou que participará do edital, inscrevendo a quadrilha na qual é marcadora: a ‘Balança Mais Não Cai’. “Acho que a maioria dos grupos tem dificuldade com transportes. Essa iniciativa da Secult é louvável e beneficia todos os produtores culturais sergipanos”, lembrou.

Fonte: Secult

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais