Sindijor divulga o Prêmio Semear Internacional de Jornalismo

0
Na prática, a ideia é estimular a produção jornalística voltada para as ações que tenham a agricultura e os agricultores como protagonistas (Foto: Portal Infonet)

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira, 05, no Sindicato dos Jornalistas de Sergipe (Sindijor), foi apresentado o Prêmio Semear Internacional de Jornalismo. O intuito é premiar reportagens que tenham como temática projetos financiados pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola – FIDA. Na prática, a ideia é estimular a produção jornalística voltada para as ações que tenham a agricultura e os agricultores como protagonistas.

“É um prêmio que valoriza ainda mais a nossa profissão. Também é o primeiro concurso voltado para essa área agrícola e internacional”, destaca o presidente do Sindijor, Edmilson Brito. (Foto: Portal Infonet)

“É um prêmio que valoriza ainda mais a nossa profissão. Também é o primeiro concurso voltado para essa área agrícola e internacional”, destaca o presidente do Sindijor, Edmilson Brito. Ainda segundo Brito, é importante a união da categoria para que o prêmio fortaleça ainda o jornalismo, enquanto instituição. “Queremos também a contribuição e participação dos colegas de profissão para que nós possamos ter outros prêmios tão importantes como este”, completa.

Para o secretário de Estado da Agricultura, André Bomfim, o prêmio estimula a divulgação das ações realizadas no projeto Dom Távora, que contribui para a diminuição da pobreza em Sergipe. “Acredito que a imprensa cumpre o importante papel de dar transparência aos investimentos públicos. Esta, portanto, é uma oportunidade de levar a público os resultados alcançados nesse acordo Internacional feito pelo Estado, que está possibilitando o desenvolvimento socioeconômico de milhares de famílias do interior”, ressaltou Bonfim.

Critérios

As reportagens inscritas no concurso poderão abordar temas como: técnicas de beneficiamento de produtos, comercialização de produtos da agricultura familiar, mudanças e impactos positivos nas comunidades atendidas pelos projetos financiados pelo FIDA, protagonismo de jovens rurais, ações focadas em gênero e empoderamento feminino na zona rural, além de trabalhos voltados comunidades quilombolas e povos indígenas.

As mulheres e os jovens rurais são o público prioritário do Projeto Dom Távora, organizados em associações, comunidades quilombolas ou assentamentos rurais. As famílias que participam do projeto vivem nas áreas rurais de 15 municípios do Estado, nos seguintes territórios: Centro Sul – Tobias Barreto, Poço Verde e Simão Dias; Território Agreste Central e Médio Sertão – Pinhão, Nossa Senhora Aparecida, Carira, Graccho Cardoso e Aquidabã; Território do Baixo São Francisco – Japoatã, Santana do São Francisco, Ilha das Flores, Pacatuba, Brejo Grande, Neópolis e Canhoba.

Os interessados em acessar sugestões de pauta relacionadas ao Projeto Dom Távora podem acessar o site ou enviar e-mail com dúvidas e solicitações para seagri.ascom@gmail.com.

Inscrições

As inscrições de reportagens veiculadas entre 15 de janeiro e 30 de junho de 2020 deverão ser realizadas através do formulário disponível no portalsemear.org.br, entre 01 de abril e 15 de julho de 2020, com envio de material pelos Correios.

Premiações

As premiações totalizam R$ 70 mil, contemplando primeiros e segundos colocados nas categorias: impresso, rádio, televisão e internet. O primeiro lugar de cada categoria recebe, além de troféu e certificado, um prêmio no valor de R$12.500. Já os segundos colocados receberão a quantia de R$ 5 mil.

por João Paulo Schneider
Com informações da Seagri

Comentários