163 veículos foram arrematados em leilão do Detran

0
(Foto: Ascom Detran)

Foi um sucesso o 33º leilão de veículos realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran/SE), no Espaço Emes, no último sábado, 28. Em menos de três horas, foram arrematados 163 veículos, dos quais 10 estão aptos para circular (três carros e 10 motocicletas) e 153 são sucatas. Baixo custo, facilidades de compra e de recebimento do bem, além da certeza de estar adquirindo um veículo de procedência conhecida, atraíram muitos interessados.

Mais de 130 pessoas e empresas se cadastraram para o leilão que, inicialmente, previa a oferta de 205 veículos. Desse total, 42 foram retirados do pregão. Como possibilita o regulamento, o veículo deixa de ser leiloado se o proprietário comprovar que iniciou o processo de regularização de seus débitos no Detran, dentro do prazo estabelecido no edital do leilão ou por decisão judicial.

O lance mínimo dado no 33º leilão do Detran/SE foi de R$100 e o máximo de R$ 10.000. Quem arrematou um veículo pagou 20% do lance mais 5% de comissão do leiloeiro em dinheiro, no ato da arrematação. O restante do pagamento deve ser feito em uma semana. “Foi um leilão bem organizado, tranquilo e com boas oportunidades para quem, como eu, negocia com veículos”, avaliou José Maurício dos Santos, um dos participantes.

Para o presidente da comissão de leilão do Detran/SE, Newmar Carvalho de Melo, tudo transcorreu dentro do previsto. “Tivemos um bom público e rapidamente todos os veículos foram arrematados. Leilões como esse oferecem sempre boas oportunidades”. Segundo ele, os veículos aptos serão entregues após a regularização da documentação, a partir do dia 13 de abril, com o Certificado de Registro e Licenciamento – CRLV em nome de quem arrematou. “As sucatas só podem ser usadas para desmanche e reutilização das peças e partes metálicas”, esclarece Newmar.

Atualmente, cerca de 4.500 veículos apreendidos estão custodiados no galpão do Detran, que já anunciou a realização de outros pregões para este semestre. “Estamos satisfeitos com o resultado deste leilão e já estamos preparando o próximo que deverá acontecer em maio. O ideal é que os proprietários regularizem seus débitos e recuperem seus bens. No entanto, se isso não ocorrer, o Detran não deve custodiar por muito tempo esses veículos. Portanto, dentro do que estabelece a lei, os leilões vão acontecer com mais regularidade a partir de agora”, enfatizou o diretor-presidente do Detran/SE, Edgard da Motta, que também esteve no 33º leilão.

Fonte: Ascom Detran

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais