2º Semana de Formalização vai até 20/11

0

Iniciativa visa estimular a formalização de empreendedores individuais (Foto: Arquivo Infonet)
Empreendedores sergipanos estão aproveitando os serviços oferecidos pelo Sebrae e parceiros durante a Segunda Semana da Formalização. Ela teve início nessa terça, 16, e prossegue até sábado, dia 20 de novembro. Além de orientar no processo de cadastramento para se tornar Empreendedor Individual (EI), os consultores do Sebrae estão tirando dúvidas sobre o que é o EI e quem pode se cadastrar, ministram treinamentos rápidos na área de gestão. 

Sergipe participa dessa segunda semana do EI com seis tendas, duas na Capital nas praças General Valadão e na Praça da Matriz do Bairro Siqueira Campos, além das tendas armadas nos municípios de Estância (Praça Barão do Rio Branco), Nossa Senhora da Glória (Praça Antonio Alves Oliveira), Propriá (Escritório do Sebrae – localizado na Praça Fausto Cardoso) e Itabaianinha (Praça João Alves Filho). 

O principal objetivo é sensibilizar as pessoas sobre as vantagens do EI e estimular a formalização dos pequenos negócios. Para Emanoel Sobral, superintendente do Sebrae, a expectativa de promover a formalização de novos negócios é a melhor possível, pois o resultado da primeira semana foi excelente.  

“Na primeira semana do EI, nossa equipe atuou em Aracaju com uma tenda e em mais dois municípios do interior e conseguiu cadastrar milhares de empreendedores individuais, com 1200 novos pequenos negócios formalizados. Nessa segunda semana teremos uma estrutura maior, serão seis tendas, duas na Capital e quatro no interior, permitindo que um número maior de empreendedores tornem-se Empreendedores Individuais”, destaca Emanoel.   

Quem pode ser EI? 

Para se tornar Empreendedor Individual o cidadão tem que possuir uma receita bruta anual de até R$ 36 mil, e não pode prestar serviços de natureza intelectual. Podem se tornar EI cabeleireiro, costureiro, vendedor ambulante, artesão, manicure, borracheiro, eletricista, chaveiro, pipoqueiro, sapateiro, esteticista, pintor, fotógrafo, marceneiro, lavador de carro, ou qualquer profissional que exerça atividades de natureza não intelectual ou sem regulamentação. São mais de 400 modalidades profissionais, é só acessar o site www.portaldoempreendedor.gov.br.

Vantagens do EI

Quem se torna Empreendedor Individual ganha direitos que vão melhorar a qualidade de vida, como aposentadoria, auxílios doença, salário maternidade e pensão por morte. Ganha também mais oportunidades para melhorar os negócios, como ter um CNPJ, poder emitir notas e vender para outras empresas e para o Governo, adquirir mercadorias, produtos e serviços a preços mais competitivos, ter acesso facilitado a serviços bancários e linhas de crédito. Além de poder filiar-se a entidades que defendam os interesses da categoria.

Fonte: Ascom/Sebrae

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais