350 toneladas de milho sem nota fiscal é apreendida

0

(Foto: Ascom Sefaz)

Sete carretas carregadas com grãos de milho oriundas do interior do Estado foram apreendidas nesta quarta-feira, 11, pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) transportando aproximadamente 350 toneladas do produto sem a documentação fiscal obrigatória.

A apreensão ocorreu ao longo da BR-101, nos trechos compreendidos ao município de Propriá, no norte do Estado. De acordo com a Gerência de Fiscalização de Trânsito de Mercadorias da Sefaz, os veículos tentavam burlar a fiscalização estadual e durante a abordagem constatou-se a inexistência da nota fiscal da mercadoria. A equipe de auditores fez a apreensão das carretas para identificação dos responsáveis pela carga, a lavratura dos autos de infração e regularização das pendências. Até que a documentação seja regularizada, as carretas permanecerão retidas no pátio do Posto Fiscal de Propriá.

Segundo Sefaz, o crédito tributário estimado na ação é de R$ 145 mil. O gerente de Fiscalização da Sefaz, Alberto Cruz Schetine, explica que o Estado atravessa o período de safra do milho no Estado de Sergipe e nos últimos anos houve um aumento significativo da produção, resultado dos investimentos do Estado no plantio e cultivo do milho. Infelizmente, em algumas situações é flagrado o transporte desse produto com o intuito para burlar o Fisco estadual, utilizando os horários da noite e madrugada para passar pelos postos de fiscalização sem realizar a parada obrigatória. Nesses casos, as equipes de fiscalização ficam atentas no sentido de evitar a sonegação fiscal.

“Pelo que foi apurado, a carga seguiria com destino a Pernambuco, provavelmente para abastecer granjas, assim como para atender outras finalidades. A irregularidade encontrada foi a inexistência de nota fiscal. Sanadas as pendências, os veículos poderão seguir viagem normalmente”, informou Schetine.

Fonte: Ascom Sefaz

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais