Agricultores familiares já podem realizar financiamentos da safra 2011/2012

0
(Foto: Seides/ Edinah Mary)

Agricultores familiares de todo Brasil já podem realizar contratos de financiamento pelo Plano Safra 2011/2012 e se beneficiar com as novas taxas de juros nos financiamentos de investimento e medidas vigentes para a nova safra. Pela primeira vez, os agricultores familiares do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura (Pronaf), começaram a realizar financiamentos do ano safra no dia 1º de julho.

Já foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) as portarias de equalização que autorizam os bancos a financiarem as operações de crédito rural. A antecipação da data foi resultado de uma ação articulada entre os ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Fazenda e do Planejamento, além do Banco Central.

A agricultura familiar terá à disposição no Plano Safra 2011/2012 cerca de R$ 16 bilhões para linhas de custeio, investimento e comercialização do Pronaf. Do total disponibilizado, R$ 7,7 bilhões serão destinados a operações de investimento e R$ 8,3 bilhões para operações de custeio.

“Para os agricultores familiares, a possibilidade de acessar o crédito na primeira semana de julho significa adquirir os insumos, especialmente adubo e sementes, numa fase do ano em que os preços estão mais baixos”, explica João Luiz Guadagnin, diretor do Departamento de Financiamento e Proteção ao Crédito da Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA).

Guadgnin estima que a compra dos insumos necessários à safra neste período pode ter uma redução do custo de produção de 15% a 20% em relação aos meses de setembro, outubro e novembro, dependendo da cultura e da região.

Fonte: Ministério da Agricultura

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais