Atrasos salariais causam greve de vigilantes no Cenam

0
Atrasos salariais causam greve de vigilantes no Cenam (Foto: Arquivo Infonet)

Os seguranças de uma empresa privada que têm vínculo com a Fundação Renascer, resolveram interromper a prestação de serviços por conta de atrasos salariais e na concessão de benefícios, como o vale-transporte. Os repasses já não acontecem há três meses.

Os servidores em greve prestam serviços no Centro de Atendimento ao Menor (Cenam) e Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip).

A assessoria de Comunicação da Fundação Renascer informou que aguarda recursos da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), para quitar total ou parcialmente a dívida. Garante, ainda, que o andamento das atividades no Cenam e Usip continua dentro da normalidade, e que os serviços estão sendo cobertos por outros funcionários. “Está sendo dificultoso, mas nossas ações e medidas socioeducativas  não tiveram alterações. A direção está em contato com a secretaria e aguarda os repasses o mais rápido possível”.

A assessoria de comunicação das empresas informou que elas entraram em contato com os órgãos responsáveis que se comprometeram a fazer o pagemento de parte da dívida. A assessoria acrescenta ainda que o 13º salário dos trabalhadores estão em dias e que os salários serão pagos no mais tardar até a segunda-feira, 15. Procuramos a assessoria de Comunicação da Sefaz para saber quando o dinheiro seria disponibilizado, mas nossas ligações não foram atendidas. Estamos à disposição pelo telefone 2106-8000 e jornalismo@infonet.com.br.

Por Victor Siqueira

A matéria foi alterada às 17h59 para acréscimo de nota das empresas

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais