Banese tem R$ 270 milhões para crédito ao empresário

0

Esta semana também, temeu-se pelo futuro dos chamados bancos pequenos que estão perdendo competitividade – a crise eleva o custo da captação, esmaga margens, obriga a venda de carteiras de crédito – porque paralisaram a concessão de novos empréstimos. Eles tentam repassar o aumento de custos para seus clientes e até suspenderam o empréstimo consignado do INSS, cujos taxas de juros são tabeladas – ganha-se muito menos, portanto.

O sistema não enfrenta problemas de inadimplência, o que não deixa de ser positivo, e todos eles estão capitalizados. 
O Banco do Estado de Sergipe, embora estatizado, é o que se pode chamar de banco pequeno. Estaria ele enfrentando algum problema?

“Não, o Banese não tem problema de espécie alguma. Está tudo dentro dos conformes. Tudo ok. Céu de brigadeiro”, diz o diretor-presidente do Banco, João Andrade.

Um pouco antes destas declarações, o Governador Marcelo Déda, tinha dado uma boa notícia aos empresários que foram ouvir o Superintendente da Sudene, sr. Paulo Fontana, no auditório da FIES, falar sobre “Sudene e seus Instrumentos de Ação”, na sexta-feira: “O Banco do Estado de Sergipe tem 270 milhões de reais disponíveis, para emprestar aos empresários sergipanos até o final do ano. Podem fazer estoques para as vendas do Natal que o Banese garante”.

Perfil de banco grande

Para Sua Excelência, o dr. Déda, o Banese é um banco pequeno com perfil de banco grande. Não há nem sinal de ser atingido pela crise que campeia no mercado internacional e até no mercado interno.

Um Secretário da área econômica explicava que o Banese não tem créditos centralizados. “Os créditos são pequenos e diversos”. Explicou que o atual governo recebeu o Banese com 240 milhões de reais na carteira de créditos. Hoje, menos de dois anos depois, tem 500 milhões. E à disposição de investir mais 270 milhões nos próximos 60/75 dias.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais