Bares da Orla de Atalaia alugam mesas para Réveillon

0

Bares usam faixas para anunciar aluguel de mesas
Mais de 200 mil pessoas irão comemorar o Réveillon na Orla de Atalaia ao som dos cantores Jorge Aragão e Simone. Alguns irão para curtir o show, outros armarão tendas na areia e há quem prefira, para felicidade dos comerciantes da Orla de Atalaia, alugar mesas nos bares próximos à grande festa.

Essa terceira opção é a mais viável para quem não tem paciência de brigar por um espaço próximo ao show e armar uma tenda. “Nem todo mundo tem disposição para chegar aqui dois dias antes do Réveillon e guardar o seu lugar”, afirma a dona de um bar da Passarela do Caranguejo, Valdelice da Paixão, que alugará as mesas pela primeira vez. “Eu sempre recebi os clientes sem cobrar nada pelas mesas. Essa é a primeira vez que iremos alugá-las. Cada uma das 20 mesas custa 200 reais e a cozinha estará aberta para quem quiser consumir alimentos por fora”, afirma.

Gerente diz que todas as mesas são vendidas
Os bares maiores e mais freqüentados contarão com um serviço mais completo, como música ao vivo e uma garrafa de champanhe por conta da casa. O preço, por outro lado, costuma ser o dobro. Um dos bares mais tradicionais da Orla de Atalaia, por exemplo, irá disponibilizar 149 mesas – com lugar para quatro pessoas – ao preço de 500 reais no lado de fora e R$ 450 no espaço interior. “Apesar de ser mais caro, as pessoas freqüentam mais. Se tivéssemos o dobro de mesas, venderíamos todas elas”, afirma o gerente do Cariri, Wellington Santos Mota.

Outro estabelecimento na praia também está alugando mesas para o Réveillon. As mesas custam 300 reais no salão externo e 250 no salão interior.  O bar não irá disponibilizar música ao vivo e nem comercializará caranguejo no dia da festa. “Para não sujar muito o espaço, não venderemos caranguejo nesse dia”, afirma o gerente do bar, Márcio Calazans.

Estrutura para o show já está sendo montada
Para quem procura aluguéis mais econômicos, tem um bar que é uma boa opção. A mesas estão sendo vendidas há 150 reais, mas o bar não disponibiliza música e aperitivos. “A cozinha estará fechada. As pessoas terão que trazer os seus alimentos de casa”, afirma o dono bar, Cabo Duda.

A estrutura para os shows de Simone e Jorge Aragão, assim como o espaço destinado à boate, já está sendo montada pela Prefeitura de Aracaju. Os palcos deverão ficar prontos até o dia 28 de dezembro.

Por Carla Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais