BNB aplica R$ 650,6 milhões no setor turístico em 2013

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

As contratações do Banco do Nordeste com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) no setor de turismo atingiram o montante de R$ 650,6 milhões em 2013, valor 81% superior ao aplicado no exercício de 2012. Os estados com o maior volume de contratações foram Pernambuco (R$ 210,1 milhões), Paraíba (R$ 136,0 milhões), Bahia (R$ 78,7 milhões) e Rio Grande do Norte (R$ 65,5 milhões).

Em 2014, a expectativa é que o valor financiado chegue à ordem de R$ 1,015 bilhão, o que representa uma participação de 7,7% no orçamento total do FNE para o exercício (R$ 13,1 bilhões) e um incremento de 56% em relação a ano anterior.

“Com o FNE Proatur, o Banco do Nordeste cumpre seu objetivo de integrar e fortalecer a cadeia produtiva do turismo, proporcionando o aumento da oferta de empregos e o aproveitamento das potencialidades turísticas do Nordeste em bases sustentáveis”, afirmou o superintendente do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), Fran Bezerra.

Os recursos podem ser utilizados na implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos do setor, contemplando meios de hospedagem, agências de turismo, organizadoras de eventos, locadoras turísticas, parques temáticos e demais empreendimentos típicos da atividade.

Condições

São passíveis de financiamento pelo FNE Proatur empresas de qualquer porte (inclusive microempreendedores individuais – MEIs) que desenvolvam atividades nos segmentos diretamente relacionados à atividade turística.

As taxas de juros do FNE para investimento, incluindo capital de giro associado, variam de 5,30% a 8,24% ao ano; e para capital de giro isolado, variam de 7,65% a 12,36% ao ano, conforme o porte dos empreendedores.

Outro diferencial do FNE é o bônus de 15% de abatimento sobre os juros para pagamentos em adimplência. O prazo máximo para pagamento é de 15 anos, incluídos até 5 anos de carência, que pode ser estendido para até 20 anos, em caso de implantação de hotéis e outros meios de hospedagem.

Fonte: Ascom

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais