BNDES garante liberação de R$ 37 milhões para SE

0
O chefe do Executivo tratou também de novos investimentos para Sergipe (Foto: Igor Nogueira)

A liberação de recursos para obras do Sergipe Cidades foi tema de audiência entre o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Eduardo Coutinho e o governador do Estado, Jackson Barreto na tarde desta quinta-feira, 21. O chefe do Executivo tratou também de novos investimentos para Sergipe.

“Foi uma conversa que trouxe luzes para o desenvolvimento de Sergipe. Estive com Coutinho, juntamente  com minha equipe de gestores e a equipe do banco, para tratar da liberação de recursos para obras em andamento do projeto Sergipe Cidades. Também falamos de novos investimentos para o desenvolvimento  nosso estado”, disse Jackson.

O governador falou sobre a importância do Sergipe Cidades para o estado. As obras desenvolvidas pelo Programa fomentam o desenvolvimento econômico e social com investimentos em creches, escolas profissionalizantes, mercados, praças, delegacias, quadras de esportes, centros comunitários, pavimentação e urbanização de ruas e avenidas, implantação de terminais rodoviários entre outras.

“Este é um projeto de R$ 250 milhões. Já foram executados R$ 181 milhões em obras. Ainda há um saldo de R$ 69 milhões e temos uma solicitação de liberação de R$ 37 milhões para dar continuidade aos pagamentos de obras que estão em curso em nosso estado”, informou Jackson.

Luciano Coutinho garantiu a liberação dos R$ 37 milhões relativos ao Sergipe Cidades para junho. “Estamos em um momento restritivo, todos sabem, mas o governo está ansioso para virar essa página, e anunciar uma nova agenda positiva. O país não pode ficar parado” disse Coutinho.

Novos investimentos

Jackson Barreto discutiu ainda os novos investimentos do BNDES para Sergipe nos próximos anos. O chefe do Executivo pontuou o crescimento econômico do estado, que mantém índices crescentes de geração de emprego e tem o maior PIB do Nordeste.

“Temos saldo positivo na geração de empregos, estamos atraindo empresas e investimentos importantes. É preciso que o banco esteja sintonizado ao nosso plano de desenvolvimento pelo potencial que tem para alavancar o setor produtivo. Queremos contar com esse apoio”, declarou.

O presidente Luciano Coutinho afirmou que em relação a uma nova carteira de investimentos nos estados é preciso aguardar a reforma fiscal promovida pelo governo federal.  “Quanto mais essas medidas forem mitigadas, haverá mais apertos. Mas de alguma forma vai ser necessário reabrir margens para investimentos nos estados, mesmo que com alguma parcimônia”, avaliou.

Coutinho revelou que há total interesse do BNDES em apoiar incentivos a novos empreendimentos e fazer parcerias prioritariamente nas áreas de saneamento, energia e mobilidade urbana. “Não esqueçam do BNDES quando estiverem negociando incentivos para a instalação de novas empresas em Sergipe. Queremos ser parceiros. Temos metas para bater neste sentido e havendo um planejamento consistente, faremos questão de participar” afirmou.

Participaram da reunião os secretários de Estado de Fazenda, Jeferson Passos; de Infraestrutura,  Valmor Barbosa; de Comunicação, Sales Neto; o presidente do DER Antonio Vasconcelos e o assessor especial do governo Carlos Cauê.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais