Caixa amplia serviço de saque do FGTS no exterior

0
(Foto: Ascom)

A Caixa Econômica Federal estendeu a facilidade de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no exterior também aos brasileiros que residem na Austrália, Canadá, Colômbia, Guiana Francesa, Suriname e Venezuela.

A solicitação de saque do FGTS sem necessidade de retorno ao Brasil – uma parceria entre a CAIXA e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), com apoio do Ministério do Trabalho e Emprego – existe desde 2010, e já beneficia a comunidade brasileira no exterior. O serviço vem sendo disponibilizado nos consulados brasileiros de 16 países: Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Bolívia, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Itália, Japão, Paraguai, Portugal, Suíça e Uruguai.

Com essa ampliação, serão ao todo 51 postos de atendimento distribuídos nesses 22 países. Até julho de 2015, já foram efetuados cerca de 7 mil pagamentos, totalizando mais de R$ 120 milhões liberados aos trabalhadores brasileiros. Para efetivar o saque, o residente no exterior deve atender a pelo menos uma das condições abaixo.

Condições para o saque no exterior:

Contrato de trabalho no Brasil, rescindido sem justa causa;
Extinção normal do contrato de trabalho brasileiro a termo;
Aposentadoria concedida pela Previdência Social brasileira;
Permanência do trabalhador por três anos ininterruptos fora do regime do FGTS – neste caso, o saque deve ser efetuado a partir do mês de aniversário do titular da conta;
Permanência da conta vinculada por três anos ininterruptos sem crédito de depósito, para afastamento ocorrido até 13/07/1990.

Onde obter mais informações:
O trabalhador interessado em realizar o saque do FGTS poderá obter informações complementares no site da CAIXA, no endereço.

Fonte: Ascom Caixa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais