Cashback: veja cuidados na hora de comprar e ter o dinheiro de volta

0
Modalidade de compra tem ganhando popularidade no Brasil (Foto: freepik)

Ganhando popularidade no Brasil, o cashback tem atraído uma grande quantidade de usuários, principalmente aqueles que realizam compras on-line. Na prática, o funcionamento do cashback é bem simples: o consumidor faz uma compra e recebe de volta parte do valor pago. Apesar de ser considerado algo cômodo, o coordenador do Procon municipal, Igor Lopes, destaca é que preciso cuidado na hora de efetuar a compra, prestando bastante atenção nas regras que cada plataforma possui para devolver parte do dinheiro pago de volta.

“O cashback funciona como se fosse um desconto invertido, onde o consumidor tem que fazer um cadastro para conseguir esse benefício”, destaca Igor Lopes. Embora pareca algo extremamente prático, Lopes destaca que algumas empresas estabelecem um valor mínimo para resgate de parte do dinheiro pago pelo produto. “Por exemplo, em compras de R$ 3 mil reais a empresa pode solicitar um percentual de resgaste”, explica.

Igor Lopes detalha as orientações do Procon (Foto: Portal Infonet)

Dessa maneira, Igor alerta que é preciso cuidado para não comprar por impulso. “É preciso que haja um consumo consciente”, pontua. Além do mais, o coordenador do Procon alerta que muitas empresas cobram alguma taxa de adesão ou até mesmo uma taxa de inatividade, ou seja, quando há um grande intervalo entre uma compra e outra. “O consumidor tem que está atento a todas as regras que cada empresa oferece”, reitera.

Além de prestar atenção no conjunto de regras para receber o dinheiro de volta, Igor também orienta a procurar informações sobre a credibilidade da empresa. “Para comprar com segurança, é importante verificar se a empresa tem CNPJ ativo, checar a reputação em sites de reclamação, e conferir se o site é seguro e protegido por criptografia”, orienta.

por João Paulo Schneider 

Comentários