Cestas e caixas juninas são tendências para comemorações em casa

0

O isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus tirou dos apaixonados por festas juninas o direito de comemorar em aglomerações, mas empresários de negócios locais viram na oportunidade um jeito diferenciado de manter a tradição viva: entregando cestas e caixas com comidas típicas.

Para a empreendedora Jéssica Cerqueira, a ideia surgiu quando ela notou a atual necessidade das pessoas de consumirem as comidas típicas em quantidades menores. Jéssica viu na caixa junina uma alternativa especial. “Percebi que as pessoas querem variedade em quantidades pequenas, já que neste momento, não pode aglomeração”, explica.

Disponível para entrega no sistema delivery, a caixa junina conta com uma caixa em mdf, caruru, bobó, mungunzá, canjica, bolo de milho ou macaxeira e caldo verde. A ‘Caseirinhos’ nasceu como resultado de uma parceria entre Jéssica, que já trabalhava como cerimonialista e Joseane Cerqueira, sua mãe.

Já para Marbene Cunha, que trabalha no segmento de caixas e cestas personalizadas há mais de 20 anos, o negócio também alavancou na pandemia. “A demanda é bem maior porque pessoas não podem sair para comprar os produtos. Além disso, o delivery é algo que faz a gente vender bem mais”, diz a empreendedora.

Entre as vendas das duas empresárias, os itens escolhidos para as cestas e caixas são sempre voltados ao consumo individual e variam entre R$65 e R$250. Instagram: @marbenycunha.

por Juliana Melo e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais