Comissão de africanos visita Sergipe nesta segunda-feira, 6

0

Uma missão formada por oito africanos estará em Sergipe na segunda feira, 6 de dezembro. Eles vêm conhecer o Programa da Cadeia Produtiva da Mandioca / Arranjo Produtivo Local da Região Sul do Estado, que beneficia produtores rurais de Estância, Umbaúba e Cristinápolis. Os africanos serão assessorados por técnicos da Secretaria de Agricultura de Umbaúba e pela Unidade de Atendimento Coletivo Agronegócio do Sebrae.

Para Pedro Gomes Fiscina, gerente de agronegócio do Sebrae, será uma oportunidade para troca de experiência. “Os africanos terão condição de saber como os sergipanos trabalham a cadeia produtiva da mandiocultura, e nós teremos noção de como eles lidam com o agronegócio na África”, explica Fiscina.

Na segunda feira, o grupo estará às 8h no Centro de Treinamento Especializado em Mandioca e Derivados – CTE, localizado no Povoado Pau Amarelo, em Umbaúba, onde terão acesso a uma apresentação do Programa da Cadeia Produtiva da Mandioca e do APL da Região Sul do Estado.

“Eles poderão conhecer o CTE e todo o seu fluxograma, e também terão acesso ao Programa de Alimentação Escolar e a aplicação da Lei. Já às 14h o grupo estará na Estação Experimental da EMBRAPA, onde terão oportunidade de conhecer os trabalhos de pesquisa desenvolvidos com a cultura da mandioca”, diz Edgar Cerqueira Filho, secretario de agricultura de Umbaúba.

O Programa da Cadeia Produtiva da Mandioca desenvolvido na região Sul do Estado é direcionado para a cooperativa e associações dos produtores rurais de Umbaúba, Estância e Cristinápolis. Ele é desenvolvido pelo Sebrae e parceiros como a EMBRAPA, Prefeituras de Umbaúba, Estância e Cristinápolis, Governo do Estado, além de outras instituições.

“São mais de mil pequenos empreendedores rurais sendo assistidos pelo projeto na região, tendo acesso a várias capacitações e missões técnicas. Estamos na fase de sensibilizar os produtores sobre a importância de se trabalhar de forma cooperada, pois o grupo sai mais forte e todos ganham”, orienta Pedro Gomes Fiscina.

Informações na Unidade de Atendimento Coletivo Agronegócio do Sebrae, telefones (79) 2106-7727 e 2106-7729, ou no Escritório do Sebrae em Estância, com a consultora do Sebrae Heloisia Fontes, telefones 9963-3852 e 3522-2055.]

Fonte: Sebrae

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais