CPI aprova relatório parcial sobre contrato da Caixa com a Gtech

0

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos aprovou hoje, dia 31, o relatório parcial que trata da renovação do contrato da Caixa Econômica Federal com a Gtech. A votação das emendas ao relatório foram deixadas para mais tarde, como a que pede o indiciamento do ministro da Fazenda, Antônio Palocci, de autoria do senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT).

O líder do PFL, Agripino Maia (RN), anunciou que serão retiradas as emendas que pedem a subtração dos nomes dos ex-presidentes da Caixa Sérgio Cutolo e Emílio Carazzai do relatório. Hoje, constam no relatório o pedido de indiciamento dos dois e do atual presidente da Caixa, Jorge Mattoso.


Segundo a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), em entrevista à Agência Brasil, “o Tribunal de Contas da União apresentou estudo onde o relator aproveitou uma parte, mas não incluiu no relatório a posição clara, isentando todo e qualquer ato da direção da Caixa. Nós temos as emendas para que o relatório do TCU seja aproveitado na íntegra. O tribunal isentou a atual direção da Caixa de qualquer ato que não tenha legitimidade”.

O relatório parcial da CPI dos Bingos pede ao Ministério Público o indiciamento de 34 pessoas por crimes como o de improbidade administrativa. O relatório propõe que o Congresso Nacional, via decreto legislativo, torne nulo o contrato entre a Caixa e a Gtech do Brasil Ltda.

Comentários