Declaração de Imposto de Renda terá mudanças

0

Mudanças começam a vigorar em janeiro de 2011 (Foto Ilustrativa)
Quem for efetuar a declaração de Imposto de Renda deverá estar atento às mudanças no procedimento em 2011. Uma grande novidade está na eliminação dos formulários da declaração emitidos em papel, sendo agora efetuados apenas pela Internet.

 

De acordo com o economista Idalino Souza, as mudanças nos procedimentos começam a vigorar a partir da primeira semana de janeiro. Ele conta que a não utilização do papel já vinha sendo cogitada nos últimos anos. “A declaração enviada pelo disquete já foi uma opção que o declarante teve, sendo que mais adiante se começou a usar o cd”, diz.

 

Segundo ele, a orientação de se fazer a declaração de Imposto de Renda pela Internet, apesar de não trazer grandes impactos em termos fiscais, proporciona que se efetue o processo de forma cômoda e tranquila. “A pessoa não precisa se deslocar de sua casa para fazer a declaração. É mais uma opção benéfica para o declarante”, afirma o economista.

 

Limite de renda

 

Outra mudança para 2011 está na alteração do limite mínimo de renda anual que pulou de R$17.215,08 para R$22.487,25, diminuindo assim o número de pessoas que necessitam fazer o procedimento. O economista Idalino conta que a alteração neste limite mínimo sempre leva em consideração o índice de correção salarial do Governo Federal.

 

“Todos os anos a Receita faz algum tipo de mudança no sistema de declaração. Relativo a este limite mínimo, não é obrigado a declarar quem atinge os pouco mais R$ 22mil. Mas quem ultrapassar o mínimo possível desse valor já deve efetuar a declaração”, explica.

 

Ele ainda acrescenta que entidades filantrópicas que trabalham com crianças e adolescentes são isentas da declaração de Imposto de Renda.

 

Simulação

 

Outro aspecto que pode ajudar na hora de escolher a melhor maneira de realizar a declaração está no processo de simulação de modo ‘conjunto’ ou de forma ‘individual’. “É recomendado que se faça esse tipo de simulação, até porque o declarante pode ver qual a melhor opção de declaração. Lembrando que após o processo efetuado não tem como retornar”, aponta o economista Idalino.

 

As mudanças na declaração já começam a vigorar em janeiro de 2011, e as pessoas têm até o mês de abril para efetuar todo o procedimento.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais