Déda visita obras da ponte Gilberto Amado

0

Secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa dá explicações ao governador (Foto: Marco Vieira)

Uma obra histórica e de caráter estruturante que oferece possibilidades para uma evolução sem precedentes na região Sul do Estado de Sergipe. Assim pode ser definida a importância da construção da ponte Gilberto Amado, ligando os povoados de Porto do Cavalo, no município de Estância, ao povoado Terra Caída, em Indiaroba que, após sua conclusão, interligará todo o litoral sul sergipano, facilitando o acesso para os visitantes, sobretudo os oriundos do estado vizinho da Bahia.

A partir de um investimento de mais de R$ 105 milhões (sendo R$ 94 milhões do Governo Federal e R$ 11 milhões do Governo do Estado), a nova ponte dinamiza a utilização de um eixo rodoviário em todo o litoral para alavancar a atividade turística e todos os investimentos dela decorrentes. Com 1.712 metros de comprimento e 14,2 metros de largura, a ponte Gilberto Amado é a maior em construção em todo o nordeste brasileiro. Atualmente, 70% da obra já foi executada e a estimativa de conclusão é para o primeiro trimestre de 2012.

Outra característica peculiar e de importância estratégica para a economia sergipana e da região é que dos cerca de 500 empregados atualmente na obra, aproximadamente 85% são da própria região, propiciando um benefício econômico e social imediato.

“Esta é a maior ponte em construção no Nordeste e apresenta um cronograma de execução extraordinário com 70% da obra pronta. Tivemos a oportunidade de presenciar o içamento da 37ª viga a ser inserida na estrutura e percorrer a primeira parte do tabuleiro da ponte que já foi instalado. Além de ser uma conquista histórica para Sergipe, esta ponte pode ser considerada a maior obra de engenharia já realizada na região Sul do estado”, avaliou o governador Marcelo Déda, ao descrever o roteiro da visita realizada na manhã desta segunda-feira, 2, ao lado de representantes da imprensa sergipana.

Segundo Déda, se forem somados outros investimentos realizados na região pelo Governo do Estado e a duplicação da BR 101, realizada pelo Governo Federal, pode-se deduzir um investimento estruturante histórico para todo o sul sergipano. “Fazendo-se essa soma, poderemos concluir que nossa administração entrará para a história como a que mais realizou obras estruturantes na região Sul de Sergipe. Além disso, este é um investimento que gera benefícios para todo o Estado de Sergipe, pois o que criamos na prática é um novo eixo de desenvolvimento”, enfatizou o governador.

Novo destino turístico

Lembrando a importância de outra grande obra da atual administração, na gestão passada, que foi a ponte Joel Silveira, que liga o povoado Mosqueiro, na capital, ao povoado Caueira, em Itaporanga, Déda destacou a importância de uma estrutura rodoviária adequada para potencializar o aproveitamento do fluxo turístico existente no litoral baiano.

“Aqui, nós constatamos um novo eixo de desenvolvimento econômico propriamente dito, a partir da duplicação da BR e das referidas pontes, integrando o litoral Sul à capital sergipana, que é o nosso grande portal, e ao mesmo tempo criamos as condições para que Sergipe possa disputar parte do fluxo turístico oriundo do terceiro maior aeroporto do país, que é o de Salvador. Com essas obras, temos a oportunidade de aproveitar dessa proximidade com Salvador, criando um novo destino turístico, atraindo também investimentos que vão gerar emprego e ajudar a desenvolver toda a região”, contextualizou Déda.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais