Dia das Crianças: lojistas esperam crescimento de 15%

0
Setor espera crescimento nas vendas como ocorreu em 2015 (Fotos: Portal Infonet)

Mesmo diante do atual cenário econômico do país, comerciantes investiram no aumento do estoque de brinquedos para o próximo 12 de Outubro, Dia das Crianças. O setor espera aumentar as vendas em 15%, como ocorreu no mesmo período no ano passado.

Com base na boa perspectiva de vendas, os comerciantes ampliaram as opções de produtos. A aposta será em brinquedos que foram lançados este ano. De acordo com o gerente de uma das lojas do Centro de Aracaju, Robério Silva, os produtos devem custar menos que R$ 25, na média. “A gente tem que pensar positivo. A expectativa é de que as vendas cresçam mais que o ano passado. Temos muitas opções que cabem no bolso do consumidor. Tudo para garantir que, mesmo na crise, as pessoas não deixem de presentear as crianças”, espera.

CDL

Já a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL) espera um crescimento tímido de 1,5% em relação a 2015. De acordo com o presidente da CDL, Breno Barreto, as vendas não caíram mesmo diante da crise. “Só o fato de as vendas não caírem, já é uma notícia positiva. Esta é uma data muito boa para o comércio e mesmo assim tem e vem tendo uma leve queda, comparado ao dias das mães”, explica Barreto.

Consumidor

Izabela Carvalho, já tinha percorrido algumas lojas do Centro de Aracaju para começar as pesquisas de preços

A dona de casa, Izabela Carvalho, já tinha percorrido algumas lojas do Centro de Aracaju para começar as pesquisas de preços. Desanimada, disse que com os preços dos brinquedos tão altos, vai continuar com as buscas. “Os preços estão muito salgados, principalmente os brinquedos temáticos. Vou continuar com a procura até encontrar um brinquedo com preço mais acessível”, diz.

A expectativa é de as vendas comecem aquecer às vésperas do Dia da Criança. “Como o brasileiro deixa para cima da hora acreditamos que nas vésperas da data as vendas cresçam. O salario do servidor foi pago com atraso e os pensionistas receberam hoje, então isso pode aquecer as vendas”, acredita o presidente da CDL.

As linhas de vestuário, calçados infantis e aparelho eletrônicos também deve ter leve aumento na procura. “Os pais aproveitam esse momento para presentear, os filhos. Portanto esse deve ser um setor que também vai crescer um pouco”, acredita Breno.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais