Dia dos Namorados deve aquecer vendas em junho

0
57,4% dos brasileiros pretendem gastar em média R$ 137,48 (Foto: Ilustrativa Arquivo Infonet)

Com a renda mais curta e o desemprego aumentando, o consumidor brasileiro está mais cauteloso na hora de gastar. Porém, a expectativa para alguns segmentos em comemoração ao Dia dos Namorados, 12 de junho, pode representar um aquecimento nas vendas, ainda que diminuto em relação ao mesmo período do ano passado.

Dados da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), e diante de uma sondagem feita para o Dia dos Namorados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em todas as capitais, mostra que neste ano 57,4% dos brasileiros pretendem presentear alguém na data e o valor total desembolsado com os presentes será, em média, de R$ 137,48, quantia inferior à apurada para o mesmo período de 2015, de R$ 150,82.

“Isso significa que, já descontada a inflação acumulada no período, a redução dos gastos neste ano deverá ser de 16,84%. Entre os consumidores da classe C, o valor médio total gasto com os presentes será ainda menor: R$ 129,77 contra R$ 166,51 das pessoas que pertencem às classes A e B”, aponta o presidente da CNDL, Honório Pinheiro.

De acordo com o levantamento, apenas 15,6% dos entrevistados planejam gastar mais com os presentes em 2016 do que no último ano. A maior parte (30,1%) ainda não sabe quanto irá gastar e 20,3% projetam diminuir seus gastos.

Fonte: Da Ascom CDL e FCDL/Sergipe, com Ascom CNDL/SPC

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais