Empresários despertam para as vantagens dos Núcleos Setoriais

0

Conscientes de que a união faz a força, vários empresários já estão participando de Núcleos Setoriais. Atualmente já são seis Núcleos em Sergipe, com mais dois em processo de formação. Os Núcleos que já existem são o de panificação, farmácia, eletrônica, auto-mecânica, artesanato e contabilidade, formado recentemente. Em breve, também haverá o de informática e lojas de celulares.

“A grande vantagem”, explica Hilvana Ribeiro, consultora do Projeto Empreender responsável pela formação e estruturação dos Núcleos, “é que trabalhando em conjunto as empresas conquistam diversas vantagens como a facilidade de proporcionar capacitação para a equipe, realizar um projeto de marketing, conseguir melhores preços na hora de comprar novos insumos, participar de missões empresariais, entre outras. Quem ganha é o consumidor, que encontra produtos e serviços com melhores preços e qualidade”, enfatiza.

“Já existem mais de 170 empreendimentos participando dos seis Núcleos Setoriais. Ao invés de concorrentes, eles assumem uma postura de parceiros, principalmente na hora de resolver os problemas. O Núcleo mais recente é o de Contabilidade, que já tem a adesão de 15 empresas, com mais cinco interessadas em participar. A primeira ação que está sendo providenciada é a elaboração de um porte fólio, que divulgará os serviços prestados por esses estabelecimentos como auditoria, consultoria, assessoria e trabalhos contábeis em geral”, afirma Hilvana.

O que é o Projeto Empreender – Uma das principais propostas do Projeto Empreender é passar aos empresários que através da união todos têm mais oportunidades de crescer. As empresas participantes não se encaram como concorrentes, mas sim como parceiros que buscam objetivos comuns para o benefício de todos.

Os precursores do Empreender no Brasil foram as Associações Comerciais de Joinville, Brusque e Blumenau. Essas cidades começaram a desenvolver o Projeto em 1991, com o apoio da Câmara de Artes e Ofício (HWK) de Munique e Alta Baviera, na Alemanha. A idéia logo foi expandida e mais 17 municípios do norte e nordeste de Santa Catarina aderiram ao projeto. Por causa do sucesso, a Federação das Associações Comerciais e o Sebrae em Santa Catarina lançaram o Empreender com a finalidade de difundir essa experiência para as outras regiões.

Operacionalizado no Estado há cinco anos, o Projeto Empreender é mais uma ação do Sebrae em parceria com a Federação das Associações Comercias, Industriais e Agropastoris de Sergipe. Informações com a consultora Hilvana Ribeiro, telefones (0xx79) 211-9767 e 9979-4751.

Comentários