Empresas apoiadas pelo Sebrae venceram licitação para explorar gás

0

As empresas sergipanas Empresa de Engenharia de Petróleo Ltda.(Engepet) e Petrolab, fabricantes de produtos químicos utilizados na produção de petróleo, foram duas das vitoriosas no processo licitatório da Agência Nacional do Petróleo (ANP). As empresas conquistaram o direito de explorar blocos e áreas marginais da bacia sedimentar Sergipe-Alagoas. Das mais de seis áreas disputadas durante a 7ª Rodada de Licitação da ANP, as empresas resgataram três blocos e dois campos inativos de acumulação marginal. As empresas fazem parte do Projeto de Inserção de Micro e Pequenas Empresas na Cadeia do Petróleo e Gás, do Sebrae, em parceria com a Petrobras.

Em uma disputa acirrada com oito empresas, a Petrolab ganhou concessão para exploração de duas das seis áreas inativas, de acumulações marginais, a Fazenda de São Paulo e Gamboa, ambos no Recôncavo Baiano. Esse último, localizado na costa leste da Ilha de Itaparica, já teve um poço perfurado, que demonstrou ser produtor de gás não-associado, com expectativa de produção de 15 milhões de metros cúbicos por dia. Porém, a ausência de infra-estrutura para escoamento do gás, porém, manteve o campo fechado.

Já a Engepet foi vitoriosa no leilão de três blocos com risco exploratório, localizados nas cidades de Carmópolis e Riachuelo. As aquisições foram realizadas em parceria com a empresa Arbi, do Rio Grande do Norte, sediada no Rio de Janeiro. De acordo com o proprietário da empresa, Homero Pessoa Pinto, serão investidos R$ 90 mil na exploração de cada bloco. As atividades de exploração das áreas incluem avaliação, desenvolvimento, estudos de geoquímica e produção.

A gerente da Unidade de Atendimento Coletivo-Indústria do Sebrae em Sergipe, Ana Nunes, acredita que, o leilão da ANP foi importante para marcar a entrada de micro e pequenas empresas no setor, dominado por companhias de grande porte. “Esperamos os melhores resultados, mas, com certeza, ter participado de um leilão da ANP com empresas de médio e grande porte foi um passo muito importante”, concorda o empresário.

 

Rodada de Licitações

De 17 a 19 de outubro, empresas iniciantes em exploração e produção de petróleo disputaram com grandes empresas campos com pequenas acumulações, durante a 7ª Rodada da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Desde a abertura do mercado, a Agência promoveu seis rodadas de licitação. Por meio dessas rodadas, foram concedidos 343 blocos exploratórios a empresas nacionais e estrangeiras. Hoje, no Brasil, existem 39 concessionários ativos no País investindo em exploração e produção. As empresas atuam em conjunto na promoção, no desenvolvimento de tecnologia e na ampliação do mercado de trabalho.

Desde 1998, o Sebrae em Sergipe apóia o desenvolvimento de pequenas empresas que atuam no segmento. Em 2004, a Instituição fechou convênio com a Petrobrás para a criação do Programa de Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo e Gás, desenvolvido na região. Hoje, o programa atende oito pequenas companhias e está em processo de contratação de empresas certificadoras

Comentários