Endagro segue com 2ª fase da campanha contra aftosa

0

Vacinação vai até o dia 30 de novembro (Fotos: Ascom/Emdagro)
A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) segue na segunda fase da campanha de vacinação contra a febre aftosa, iniciada em 1º de novembro.  Com a vacinação de mais de 1 milhão e 30 mil animais na primeira etapa, a Emdagro pretende superar esse número nesta nova fase.

Os animais bovinos e bubalinos (família dos búfalos) estão na lista para a vacinação. De acordo com a Diretora de Defesa Animal e Vegetal da Emdagro, Salete Dezem, a população de animais bovinos em Sergipe tem aumentado cada vez mais. “Constatamos que a população desses animais no Estado já aumentou de 1 milhão e 51 mil para 1 milhão e 60 mil. Nessa segunda etapa de vacinação, pretendemos atingir de 98% a 99% dos animais”, explica.

Estimativa

Animais que mamam até os caducos estão dentro da programação de vacinação. Salete diz que a Emdagro tem contado com o apoio do Ministério Público (MP) para cumprir a ação preventiva. “O Ministério tem nos ajudado muito nesse processo de vacinação. Desde 2007, sempre atingimos altos índices de imunização. Neste ano, acreditamos que não será diferente”, observa a diretora Salete.

Vacina

Salete Dezem, diretora de Defesa Animal e Vegetal da Emdagro
Até o dia 30 de novembro, os pecuaristas devem imunizar seus animais, para evitar a doença. A vacina pode ser encontrada em casas veterinárias, ou agropecuárias autorizadas, sendo levadas conservadas no gelo. Caso se encontre a vacina, o produtor poderá deve entrar em contato com um guarda sanitário do órgão para solicitar a vacinação.

Segundo Salete, os pecuaristas ainda têm um prazo maior para apresentar uma declaração à Emdagro. “Os produtos têm até o dia 10 de dezembro para levar uma nota fiscal do procedimento de vacinação para o órgão, correndo risco de sansões”, ressalta. A diretora esclarece que caso o pecuarista não cumpra os prazos estabelecidos, ele será notificado e a situação será levada ao Ministério Público para as medidas punitivas cabíveis.

Febre Aftosa

Vírus da família da Picornaviridae, gênero Aphthovírus, a febre aftosa é uma doença com alto índice de contágio, onde há a infecção de todos os animais que possuem o casco fendido. A transmissão pode ocorrer através do contato direto com os animais afetados, além de excreções corporais.

Em fluidos da saliva, das vesículas, leite, fezes, dentre outros podem ser encontrado o vírus da febre aftosa. O diagnóstico clínico da doença deve ser identificado por intermédio de testes laboratoriais.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais