Feirão Caixa da Casa Própria vai até domingo, 13

0

Volume de vendas deve ser até 30% superior à edição de 2009 (Fotos: Portal Infonet)
Foi literalmente com um pontapé que o superintendente da Caixa, Luciano Pimentel, abriu a 6º edição do Feirão Caixa Casa Própria. O evento, que também entrou em clima de Copa do Mundo, vai até domingo, 13, e disponibilizou mais de 4 mil imóveis voltados ao programa ‘Minha Casa Minha Vida’, do Governo Federal. Foram montados 40 estandes, que estão ocupados pelas principais construtoras e imobiliárias sergipanas.

Antes da abertura já havia fila na entrada do Centro de Convenções de Sergipe (CIC). O superintendente da Caixa revelou surpresa com a situação e depositou nisso a explicação para o sucesso do evento. “Nunca tivemos uma abertura com um público assim. Isso demonstra a importância desse Feirão e que esse é o momento adequado para a venda desses imóveis”, afirmou.

Luciano Pimentel, superintendente da Caixa, abriu o evento
A expectativa é de que o volume de vendas supere a edição de 2009 em até 30%, quando a cifra atingiu perto de R$ 150 milhões. As empresas estão investindo R$ 300 milhões nos imóveis, novos e na planta, localizados em Aracaju, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro e Barra dos Coqueiros.

A parceria entre a instituição e as construtoras foi comemorada por Luciano Pimentel. “A Caixa tem se destacado e Sergipe está em primeiro lugar no nordeste, dentro da meta do programa Minha Casa Minha Vida, com 59,3% de unidadees contratadas. Isso reforça a intenção de contribuir para a diminuição do déficit habitacional brasileiro”, destacou.

Opções

Público chegou a formar fila na entrada do CIC
A facilidade e a comodidade levaram o casal Erionaldo de Jesus e Angélica de Lima ao CIC, em busca do primeiro imóvel. De acordo com Erionaldo, as várias opções disponíveis em um mesmo local auxiliam na decisão da compra. “Pretendemos encontrar o imóvel desejado hoje. Vamos verificar preços, prazos, valor da parcela e, principalmente, localização. Queremos fechar negócio logo”, afirmou.

Recomendação

O superintendente comentou a recomendação do Ministério Público Federal (MPF) quanto ao acesso dos clientes às minutas dos contratos de financiamento dos imóveis ofertados no Feirão. Segundo ele, a medida não representaria muito impacto, pois a Caixa já disponibilizava essas informações. “Nós reforçamos para as construtoras e disponibilizaremos as minutas. É uma recomendação justa do MPF e que não nos negaremos a atender”, afirmou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais