Fórum Empresarial de Sergipe declara guerra à CPMF

0

Evento aconteceu no Aquarius
Representantes das 32 entidades que formam o Fórum Empresarial de Sergipe elaboraram documento com assinaturas contra a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira, a CPMF, durante reunião-almoço do Fórum Empresarial de Sergipe ocorrida nesta terça-feira, 23, no Hotel Aquarius, em Aracaju. O documento será enviado para o governador do Estado, Marcelo Déda, além dos deputados federais e senadores.

O coordenador e vice-coordenador do Fórum Empresarial de Sergipe, Fernando Carvalho e Alexandre Wendel, respectivamente, disseram que a volta da CPMF é um golpe, e o Fórum Empresarial de Sergipe reage contra a recriação do imposto. Presente na reunião-almoço, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE), Sadí Gitz, reafirmou a posição contrária da entidade e fez duras críticas à possível volta da CPMF.

“A reedição do imposto não foi discutida com a sociedade, nem mesmo durante a campanha eleitoral”, ressaltou Sadí Gitz, acrescentando que a volta é considerada inadmissível também pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), como também se mostrou contrária a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), além de outras entidades.

Para a classe empresarial, é inconcebível onerar mais o trabalhador e o empresário brasileiro. “Não podemos onerar mais o trabalhador que já é sacrificado pagando impostos (correspondente a cinco meses de salários), bem como o empresário que luta para manter a competitividade de suas empresas para gerar novos empregos e renda”, disse. Sadí Gitz lembrou que a CPMF não cumpriu com o seu papel quando o imposto vigorava, que era de investir os recursos na saúde pública

O encontro, que acontece quinzenalmente, teve como convidado palestrante o gerente da unidade de atendimento do Sebrae Sergipe, José Leite, que falou sobre o micro-empreendedor individual.

Fonte: Ascom Fórum

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais