Garis decidem paralisar durante os festejos em Socorro

0
Assembleia foi realizada nesta terça-feira (Fotos: Sindilimp)

Nesta terça-feira, 21, o Sindicato dos Empregados de Limpeza Pública e Comercial do Estado de Sergipe (Sindilimp) realizaram assembleia com os garis que atuam na coleta de lixo de Nossa Senhora do Socorro. De acordo com o presidente interino do sindicato, Anderson Vidal, desde janeiro os garis estão tentando acordo para o reajuste. A greve está marcada para ocorrer no dia 30, início do Forró Siri.

“Desde janeiro nós estamos tentando negociar com a empresa Torre o reajuste, mas não estamos avançando. A nossa data base de reajuste é o mês de maio, mas até agora nada foi falado a cerca do nosso reajuste. São 280 garis que trabalham na coleta de Socorro e precisam do reajuste. A nossa última reunião na SRTE [Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Sergipe] os representantes da Torre não compareceram”, diz o sindicalista, acrescentando que a paralisação durante os festejos não é do agrado da categoria.

Os garis querem reajuste de 14%

“Nós não queremos prejudicar a população, fazemos essa paralisação porque não há outra medida. Não temos uma resposta favorável da Torre em relação ao reajuste. Esperamos que a empresa venha conversar com a categoria para que não chegue à greve”, pede Vidal que luta por um reajuste de 14%.

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a empresa Torre por meio dos telefones 3231-0172, 2105-2200 e 32172210, mas não tivemos êxito nas ligações. O Portal Infonet permanece a disposição por meio do jornalismo@infonet.com.br ou pelo 079 21068000.

O Portal também entrou em contato com a prefeitura de Nossa Senhora do Socorro. De acordo com a assessoria de comunicação, a prefeitura mantém em dia o pagamento a empresa Torre e cobrará a limpeza do município.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais