Gráficas de Sergipe se sentem ameaçadas

0

Não convidem para a mesma licitação o governo do Estado e a indústria gráfica de Sergipe. Esta não anda nada contente em ver seu território, no caso, Sergipe, tomado por empresas de outros Estados. Não há o menor empecilho para que eles participem de licitações por aqui, e geralmente terminam levando os melhores nacos.

Um empresário nos dizia que foi participar de uma licitação em Recife e teve que pagar nada menos que 600 reais para participar dela. Terminou desistindo porque a taxa era alta demais para o tamanho do serviço. Aqui, revelou ele, teve uma licitação há poucos dias, da qual participaram 26 empresas de fora do Estado e apenas 3 de Sergipe.

O Sindicato da Indústria Gráfica de Sergipe mantém-se alheio à questão, até porque o seu presidente atual já não é mais gráfico, é corretor de imóveis… A situação é tão difícil que as gráficas pequenas, conhecidas no jargão do meio como “cacetes armados” estão entregando os pontos…

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais