IGP-M sofre desaceleração

0

O índice de inflação da Fundação Getúlio Vargas, o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), sofreu uma desaceleração para 0,25% na segunda prévia de novembro. Em outubro, houve uma alta de 0,61%. O dado foi divulgado hoje, dia 21. O Índice é usado como referência para a correção de aluguéis e tarifas de energia elétrica, além de outros contratos. Com esse resultado, o índice acumula alta de 1,07% no ano e de 1,81% nos últimos 12 meses.

O intervalo analisado, chamado de segunda prévia, compreende o período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês corrente. Os preços subiram com menos força tanto no atacado quanto no varejo, informou a Fundação. Entre os componentes do IGP-M, o Índice de Preços no Atacado (IPA), que representa 60% na composição geral da taxa, recuou de 0,72% em outubro para 0,20% em novembro.

 

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que pesa 30% no indicador, registrou variação de 0,38% na segunda parcial de novembro, diante da alta de 0,43% na segunda prévia de outubro. O Índice Nacional do Custo da Construção (INCC), que responde por 10% do IGP-M, subiu 0,32% nesta segunda apuração de novembro, enquanto na segunda apuração de outubro havia subido 0,31%.

 

Com informações da Agência Brasil

Comentários