Iraque pode ser destino do açúcar sergipano, aponta Fies

0

Sergipe exporta 10% do total do açúcar brasileiro
O Iraque começa a despontar como destino importante para os embarques de açúcar brasileiro. Além da demanda firme, as importações “oficiais” iraquianas vêm sendo estimuladas pela ampliação dos investimentos em infraestrutura no país. Antes das melhorias derivadas desses investimentos, boa parte das vendas destinadas ao Iraque entrava no mercado depois de importados por vizinhos do Oriente Médio.

Dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pela Câmara de Comércio Brasil-Iraque chamam a atenção para esse movimento ascendente. Em 2009, as exportações brasileiras de açúcar aos iraquianos renderam US$ 7,2 milhões; no ano passado, alcançaram US$ 102,6 milhões. No total, os embarques de produtos brasileiros em geral ao país alcançaram US$ 743 milhões, 3,5% mais que em 2009.

Sergipe exportou em 2010, aproximadamente US$ 10 milhões em açúcar, representando mais de 10% da exportação total (US$ 76,5 milhões), tornando o produto essencial para a pauta das exportações do estado. A exportação de todos os produtos sergipanos basicamente é direcionada para a União Europeia (mais de 50%). Já as exportações para o Oriente Médio representam 8,9% do total, podendo aumentar mais com a real possibilidade do mercado iraquiano para os produtos brasileiros.

A partir destes dados, verifica-se que Sergipe, apesar de não ter realizado nenhuma exportação direta ao Iraque, poderia realizar uma missão prospectiva, buscando viabilizar a entrada deste produto sergipano, já que tal país surge como um potencial cliente para a indústria açucareira sergipana.

Fonte: Fies

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais