JB é recebido com ato do Sintrase no encontro da Acese

0
Jackson faz balanço do Governo para empresários (Fotos: Cássia Santana/Portal Infoent)

O governador em exercício, Jackson Barreto (PMDB), fez um balanço das ações realizadas pelo Governo do Estado durante o exercício de 2013 para um grupo de empresários, durante almoço promovido pela Associação Comercial de Sergipe (Acese), no início da tarde desta quinta-feira, 28, em Aracaju.

Na porta do hotel onde o evento foi realizado, um grupo de servidores público vinculados ao Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos (Sintrase) aguardou o governador exibindo faixas cobrando iniciativa do Governo para criar o Plano de Carreira na administração estadual. “Até a pé, iremos onde Jackson Barreto estiver. Somos a sombra de Jackson”, declarou o presidente do Sintrase, Waldir Rodrigues.

Ao chegar ao local, o governador em exercício parou, conversou com o presidente do Sintrase, Waldir Rodrigues, e revelou que respeitaria qualquer manifestação, mas deixou claro que no momento não teria condições de atender ao pleito dos servidores devido às dificuldades financeiras. “Conversamos aqui com o presidente do sindicato de forma democrática, já conversamos com várias categorias, mas não dá para atender todas as demandas porque a situação do Estado é muito difícil”, justificou Barreto, após o encontro com os sindicalistas. “Tivemos aumento de receita, mas o crescimento vegetativo da folha de pagamento é impressionante, é bem superior ao crescimento da receita”, explicou.

Governador em exercício para para conversar com sindicalistas

Momentos antes do governador chegar ao local, o secretário de comunicação social do Governo do Estado, Carlos Cauê, também conversou com os manifestantes e se comprometeu a se reunir com o presidente do Sintrase na próxima semana. “Vamos ouvir suas apreensões e nos colocar como instrumento de intermediação no que for necessário, mas o governo já vem mantendo um diálogo aberto e sincero com todos os servidores há muito tempo”, observou Cauê.

Balanço

No balanço que fez aos empresários quanto às ações do Governo, Jackson Barreto destacou os últimos entendimentos mantidos com o Ministério do Planejamento para direcionar recursos para obras de esgotamento sanitário em todo o Estado de Sergipe. Segundo Jackson, o Governo apresentou projetos na ordem de R$ 500 milhões, mas o Ministério do Planejamento restringiu e liberou R$ 300 milhões para estas obras que serão realizadas em vários municípios.

Empresários ouvem argumentos do Governo

Destes recursos liberados pelo Ministério do Planejamento, segundo Jackson Barreto, R$ 60 milhões serão destinados a Aracaju, investimento que garantirá uma cobertura de 90% de esgotamento sanitário na capital. “Vale dizer que Aracaju será a segunda capital do país com o mais amplo trabalho em esgotamento sanitário”, revelou.

E como a grande novidade, Jackson citou a construção do Centro Empresarial Integrado no município de Tobias Barreto, com investimentos de quase R$ 15,5 milhões, que vão gerar algo em torno de 432 empregos diretos naquela região. O centro será composto de galpões industriais e de um centro vocacional tecnológico para atender as demandas da região.

Apesar das dificuldades financeiras, o governador em exercício fez um balanço positivo das ações governamentais, destacando o esforço para reduzir os gastos públicos, na perspectiva de proporcionar uma economia de algo em torno de R$ 80 milhões no próximo ano. Medidas duras e antipáticas, mas extremamente necessária, segundo observou o governador em exercício Jackson Barreto, para enfrentar as dificuldades financeiras.

Jackson, ao lado de Alexandre: balanço positivo, apesar das dificuldades

O presidente da Associação Comercial, Alexandre Porto, destacou a importância da presença do governador em exercício naquela reunião com o empresariado sergipano e elogiou a iniciativa do Governo em criar o Centro Empresarial Integrado para atender ao pleito do empresariado do município de Tobias Barreto. “Ficamos muito felizes por este projeto, que foi sugestão da nossa classe, ter avançado”, observou o empresário.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais