Leilão do TRT desperta interesse do público

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

Objetivando arrecadar recursos financeiros para pagamento de dívidas trabalhistas, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 20ª Região, realiza quinta-feira,11, a partir das 8h30, o 17º Leilão Unificado, contendo bens penhorados nas suas 15 Varas em Sergipe. O local será o auditório da Justiça do Trabalho, na Avenida Carlos Rodrigues da Cruz, no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, bairro Capucho, Zona Oeste de Aracaju. Ao todo, 134 lotes serão disponibilizados no leilão, em que constam bens de todos os tipos, a exemplo de automóveis, caminhões, casas, apartamentos, fazendas, lotes de terra, etc.

De acordo com o coordenador do projeto de leilões do TRT/SE, Juiz Antônio Francisco de Andrade, os bens penhorados e que vão ser pregoados, são frutos de ações que já foram transitadas em julgado e não cabem mais recursos. “O número de lotes poderá diminuir até a hora do leilão, pois vários bens poderão ser retirados, porque os reclamados quitaram ou parcelaram suas dívidas. O bem vendido e superado o valor da dívida, o dinheiro remanescente será devolvido ao executado. O edital do leilão retrata o que está no auto da penhora de bens que o oficial de Justiça descreveu”, afirmou.

Segundo o magistrado, a realização do Leilão Unificado do TRT teve início no ano de 2009 e o seu índice de sucesso tem sido excelente. “Antes de 2009, os leilões realizados nas seis varas do interior e nas nove da capital, o índice de sucesso alcançado era de menos de 3%. Com o advento do Leilão Unificado, realizado em todo o país pela Justiça do Trabalho, os índices melhoraram substancialmente e devido à concorrência, estamos conseguindo vender bens por valores até superior ao avaliado”, pontuou o Juiz Antônio Francisco, acrescentando que o leilão será realizado nas modalidades online e presencial. “Na modalidade online, os lances já podem ser ofertados através do site do administrador do leilão, Valério César Azevedo Déda”, concluiu o juiz Antônio Francisco.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais