Lucro do Banese cresceu 11% no primeiro semestre

0

Diretoria reunida no anúncio do desempenho do Banese no primeiro semestre
A alta cúpula do Banco do Estado de Sergipe (Banese) anunciou na manhã desta segunda, 31, o desempenho da instituição no primeiro semestre deste ano. De acordo com os índices apresentados pelo presidente Saumíneo Nascimento, o banco está em ascensão e teve um lucro líquido superior a R$ 19 milhões, um crescimento de 11% comparado ao mesmo período de 2008.

Das 180 instituições bancárias em atividade no Brasil, apenas 10 são públicas das quais cinco são estaduais. Diante das especulações da privatização desse quinteto sobrevivente que permeiam no cenário econômico nacional, o presidente do Banese foi enfático. “Estamos firmes, sólidos e fortes”, diz Saumíneo.

Por que o banco cresceu?

Saumíneo Nascimento
Uma série de fatores contribuiu para o significativo lucro do banco estatal de Sergipe, mas o principal deles foi a evolução do volume de crédito. Para se ter noção, o Itaú registrou crescimento de 15%, o Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul), 21%, e o Banese cresceu 36%, acima também da média nacional de 20%.

“Aumento do volume de crédito significa irrigar o estado de Sergipe com mais investimentos, mais recursos. Nele também está incluída a carteira habitacional, que neste ano registrou expansão de 20%”, fala o presidente do Banese. Mas nem só de carteiras de crédito vive o banco público sergipano e Saumíneo Nascimento apontou outros fatores importantes à ascensão do Banese em tempos de crise financeira.

Segundo ele, as aplicações de sucesso feitas pela instituição bancária e a confiança do cliente no banco somam-se ao volume de crédito e garantiram o bom resultado que, segundo o presidente, beneficia prioritariamente a população de Sergipe. “Boa parte desse lucro é revertida em apoio à cultura e ao esporte local”, diz.  

Futuro

O objetivo da atual diretoria do Banese para o segundo semestre é crescer ainda mais os índices apresentados nesta segunda-feira, expandir o Banese Card, o cartão de crédito do banco, e incentivar os clientes a utilizarem ainda mais o cômodo serviço de internet banking através de uma campanha de marketing.

Por Glauco Vinícius

Comentários