Mercado reduz, pela primeira vez em três meses, projeção da inflação de 2011

0

O mercado financeiro reduziu a estimativa oficial de inflação para 5,78%, depois de doze altas consecutivas. De acordo com o boletim Focus, pesquisa realizada semanalmente pelo Banco Central, a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 5,78% em 2011 ou 1,28 ponto percentual acima do centro da meta que é 4,5%.

A taxa de câmbio, na estimativa do mercado financeiro, permanece em R$ 1,70 este ano. A taxa básica de juros (Selic) ficou em 12,50% ao ano. Os preços administrados foram mantidos em 4,5%.

A projeção para a dívida líquida do setor público em percentual do Produto Interno Bruto (PIB) foi elevada de 39,26% para 39,50%, com o crescimento da economia reduzido de 4,30% para 4,29%. O crescimento da produção industrial teve a estimativa mantida em 4,10%.

Em relação às contas externas, houve uma melhoria na expectativa para o déficit em conta-corrente, que passou de US$ 66,25 bilhões para US$ 65,50 bilhões. O saldo da balança comercial manteve-se em US$ 13 bilhões e os investimentos estrangeiros diretos em US$ 42 bilhões.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais