Ministério Públicio Estadual investiga preços de combustível

0

Foto (Arquivo Portal Infonet)

Os altos preços praticados em postos de combustíveis da capital sergipana estão sendo alvo de investigação do Ministério Público Estadual (MPE). A promotoria do consumidor enviou na semana passada um ofício à Agência Nacional de Petróleo (ANP) para obter informações sobre a venda de combustíveis em Aracaju.

De acordo com a promotora Monica Hardman, o MPE enviou um ofício ao Sindicato dos Postos de Combustível que informou que não existe qualquer prática ilegal nos preços.

“Tínhamos enviado um ofício para o Sindicato dos Postos aqui de Sergipe para que eles exercessem o direito de defesa, essa resposta chegou e eles negaram qualquer prática ilegal. Mas a fim de instruir melhor o procedimento e embasar uma decisão da promotoria do consumidor, nós solicitamos ao órgão regulador que é a Agência Nacional do Petróleo (ANP) que realizasse ações de fiscalização em também informasse em uma manifestação escrita se há algum abuso dos preços de combustível em Aracaju, por isso estamos aguardando uma resposta da agência reguladora”, confirma.

Monica Hardman

O prazo para uma resposta da ANP é de 15 dias, e após um laudo, a promotora informou que irá tomar providências. “Dependendo da reposta da ANP que deve ser de no máximo 15 dias, a promotoria irá tomar uma atitude, se for confirmado o abuso, poderemos até entrar com uma ação contra esses postos”, destaca.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais