Movimento em lotéricas cresce e usuários reclamam

0
Tendo lotérias como única alternativa, clientes enfrentam filas (Fotos: Portal Infonet)

Com as agências bancárias fechadas por causa da greve, o consumidor tem recorrido às casas lotéricas para realizar alguns serviços como pagamento de contas e recebimento de aposentadorias. Com a procura, as filas tiveram aumento significativo nos últimos 15 dias.

Nos estabelecimentos com maior fluxo, os clientes esperam por mais tempo na fila até chegar ao caixa. O contador Wilson Ribeiro, de 56 anos, diz que o problema não o atingiu por completo porque possui recurso como a internet para realizar alguns serviços bancários. “A única dificuldade são as filas, mas eu costumo fazer as operações pela internet. A greve deixou muitos clientes na mão, principalmente aqueles que recebem aposentadoria”, diz.

A dona de casa, Zenilde Farias, não tem os mesmo recursos que o contador e diz que enfrentar as filas nas lotéricas é um transtorno. “Toda vez que preciso sacar dinheiro, pagar uma conta, já sei que vou perder parte do dia. Espero que essa greve acabe logo”, reclama.

Contador Wilson Ribeiro, de 56 anos, diz que utiliza internet para driblar as filas

Bancários continuam em greve

Em uma lotérica do Centro de Aracaju, o movimento já é grande nos dias normais, mas nos dias de greve aumentou ainda mais. Nos dias de pagamento, a movimentação causa mudança na rotina, uma vez que o volume de dinheiro é maior. “Aqui na lotérica, mesmo sem greve, o movimento é grande também. Claro que com o aumento dos serviços a rotina muda. Só que não podemos atender todos os serviços bancários e isso deixa alguns clientes chateados”, conta a gerente da lotérica que se identificou apenas como Vera.

Greve

Os bancários entraram em greve por tempo indeterminado no último dia 06 de outubro. A categoria rejeitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que ofereceu reajuste salarial de apenas 5,5%. A assessoria de comunicação do Sindicato dos Bancários do Estado de Sergipe (Seeb/SE) informou que na tarde desta terça-feira, 20, o comando da greve vai tentar uma nova negociação com a Fenaban. O encontro acontece no estado de São Paulo.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais