MP analisa cobrança indevida pela telefonia Vivo

0

Promotora Maria Rita Figueiredo irá apurar melhor o caso (foto: Portal Infonet)

Na manhã dessa sexta feira, 29, foi realizada uma audiência no Ministério Publico Estadual para tratar de uma reclamação sobre a empresa Vivo. De acordo com a denúncia de um cliente, a empresa de telefonia móvel havia feito cobranças indevidas via mensagem de texto (SMS). A promotora dos Direitos do Consumidor, Maria Rita Machado Figueiredo, ouviu a Vivo em uma reunião de portas fechadas e irá decidir qual o próximo passo da apuração.

Segundo a promotora, o reclamante alegou que a Vivo enviou um SMS oferecendo um serviço e que, o fato de ler a mensagem fez com que um valor fosse acrescentado a sua fatura. "Foi uma denúncia individual, mas verificamos que a reclamação atinge muitos usuários, tornando o problema coletivo", diz.

Já a Vivo, apresentou defesa alegando que a contratação de serviço não ocorre apenas com a leitura de uma mensagem, mas com um clique do usuário, aceitando a oferta. Ainda segundo a promotora de Justiça, o advogado da empresa informou que muitas vezes o usuário aceita serviços por não saber utilizar celular de forma correta. Além disso, a empresa informou que todos os serviços oferecidos estão regularizados pela Anatel.

Por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais