N. Sra. da Glória pode ganhar Centro Vocacional Tecnológico

0

Representantes das Secretarias de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec) e da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), além de técnicos da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) estiveram reunidos na última segunda-feira, 23, na sede da Sedetec, para discutir o funcionamento do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Nossa Senhora da Glória.

O CVT consiste em um espaço voltado à oferta de cursos profissionalizantes e serviços tecnológicos para a transferência de conhecimentos, possibilitando a melhoria dos processos produtivos. O centro leva em consideração a vocação do território, atuando em articulação com órgãos públicos, trabalhadores, empresas e entidades da sociedade civil organizada. No caso de Glória, a unidade será direcionada à pecuária de leite e aos seus derivados.

Durante o encontro, os técnicos definiram um cronograma de ações para que a unidade entre em funcionamento ainda este ano. De acordo com o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jorge Santana, será feito um convênio entre os três órgãos para garantir a realização de algumas reformas no prédio e a aquisição de equipamentos.

“O prédio funcionará em um espaço que pertence à Emdagro e terá a função de oferecer cursos de curta duração nas áreas de pecuária de leite, ovinocaprinocultura e apicultura. A nossa meta é conseguir beneficiar os sete municípios que integram o Alto Sertão sergipano”, explicou.

Convênios

Para oferecer as capacitações, o Governo do Estado firmou um convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Serão disponibilizados até 80 cursos na unidade. Além das salas de aula, o prédio contará com um laboratório de informática com 12 computadores, que também será utilizado na capacitação dos alunos. A unidade também contará com laboratório móvel para oferecer assistência técnica aos criadores da região.

Segundo o coordenador de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emdagro, Delmo Naziazeno, futuramente também serão instalados laboratórios de bioquímica e físico-química e alojamento para os produtores de outros municípios.

Mais CVTs

Além das atividades de capacitação, os CVTs buscam fortalecer os sistemas locais e regionais de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I), estimulando ainda a experimentação científica. Além disso, a unidade deve proporcionar a convergência de projetos voltados para o desenvolvimento local e dos Arranjos Produtivos Locais, especialmente no que diz respeito ao aumento da competitividade das micro e pequenas empresas locais.

O modelo já foi adotado em estados como o Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os recursos para a construção das unidades são provenientes do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT); do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT); dos governos estaduais e municipais; e de projetos auto-sustentáveis. O projeto prevê a construção de unidades em Tobias Barreto, Carmópolis, Santa Luzia do Itanhy, Itabaianinha, São Cristóvão e Nossa Senhora da Glória. A Sedetec é a coordenadora da rede de CVTs em Sergipe.

Fonte: Sedetec

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais