Para Vale, ampliação do porto é menos urgente

0

Reunião discutiu ampliação do porto / Foto: Jairo Andrade
A ampliação do Porto de Sergipe foi tema de reunião ocorrida na quinta-feira, 17, entre o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Jorge Santana, e o diretor de Portos e Navegação da Vale, Humberto Freitas.

 

No encontro, o secretário reafirmou a necessidade da ampliação do Terminal Marítimo Inácio Barbosa em função da futura implantação de indústrias na Zona de Processamento de Exportações (ZPE) de Sergipe, da possibilidade de instalação de usinas termoelétricas movidas a carvão mineral e da elevação da importação de coque, além de outros importantes projetos a serem desenvolvidos a médio e longo prazos no Estado.

 

Ao salientar que a ampliação do porto requer estudos econômicos que apontam para os cenários de demanda futura, o diretor da Vale informou que a ampliação se tornou menos urgente no momento, devido à redução de exportação de cimento que passou a ser direcionado ao mercado interno, em decorrência do “aquecimento” do setor de construção civil no país.

 

Humberto Freitas disse ainda que mudanças operacionais introduzidas no porto já permitem a atracação simultânea de dois navios, oferecendo condições para que novas cargas sejam exportadas, como suco concentrado de laranja, açúcar e outros granéis sólidos.

 

Com a preocupação voltada para a capacidade do Porto de Sergipe atender as necessidades da economia sergipana nos próximos anos, Jorge Santana defendeu o aprofundamento dos estudos técnicos e econômicos visando subsidiar o projeto de ampliação do terminal marítimo. “Trata-se de uma iniciativa de fundamental importância para o desenvolvimento econômico do Estado que não pode mais ser postergada”, afirmou o secretário. No final da reunião, ficou definido que técnicos do governo estadual e da Vale irão detalhar os estudos relativos à matéria.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais