Petrobras estuda arrendamento como solução para Fafen

0
Hibernação da Fafen está agendada para janeiro (Foto: Arquivo Infonet)

A Petrobras continua estudando uma alternativa para não fechar a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen). De acordo com a assessoria de comunicação da empresa, o arrendamento é uma das possibilidades levantadas para evitar o fechamento definitivo das unidades localizadas em Sergipe e na Bahia, mas nada foi confirmado até o momento.

A desativação das fábricas foi anunciada em março deste ano e o encerramento das atividades estava previsto inicialmente para 31 de outubro, mas após conversas entre o governo federal, governos estaduais e federações de indústrias, a Petrobras prorrogou a hibernação da Fafen para dia 31 de janeiro de 2019.

Por nota ao Portal Infonet, a Petrobras informa que “está envidando todos os esforços na busca por uma solução para as fábricas de fertilizantes na Bahia e em Sergipe, junto com o grupo de trabalho integrado pelos governos e federações da indústria dos dois estados” e que “há iniciativas de ordem tributária e logística em estudo, dentre outras”. “Como a companhia já anunciou, verifica-se também a possibilidade de arrendamento”, confirma.

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, informa que está acompanhando todo o processo e que pretende conversar com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), para que possam agendar uma reunião com o futuro presidente da Petrobras, o economista Roberto Castello Branco, que já foi indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), visando evitar o fechamento da Fábrica.

por Raquel Almeida

Comentários