Plano de Quitação da Deso é bem procurado

0

Campanha da Deso terá duração de dois meses
Está acima da expectativa a procura dos consumidores pelo Plano de Quitação de Débitos (PQD) lançado pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) para receber as dívidas dos grandes consumidores de água. Segundo Everton dos Santos Teixeira, diretor de Administração e Finanças da estatal, das pessoas que telefonam para o 0800 0790 195, a maioria tem pedido mais informações sobre o PQD, “o que é um ótimo sinal, pois demonstra o claro interesse do consumidor em negociar sua dívida para ter restabelecido o fornecimento de água”, afirma Everton.

A campanha de negociação das dívidas, que terá duração de dois meses, oferece cinco condições de pagamento. A primeira estabelece que quem pagar todo o débito à vista, terá um desconto de 100% da atualização monetária, multas e juros, ou seja, a pessoa só paga o principal e volta a ter direito a solicitar religação do fornecimento da água. A segunda opção prevê o pagamento em 12 parcelas com desconto de 30% da atualização monetária e de 60% dos juros. A outra propõe o pagamento do débito de 13 a 24 parcelas com desconto de 20% da atualização monetária e de 40% dos juros.

Os devedores que desajarem pagar suas dívidas de 25 a 36 parcelas terão um desconto de 10% da atualização monetária e 20% dos juros e, finalmente, a quinta condição prevê o pagamento da primeira parcela e uma das outras condições que o cliente optar. O PQD compreende as categorias residencial, comercial e industrial e alcança os débitos existentes até 31 de dezembro de 2008. O diretor Everton Teixeira ressalta que as negociações devem ser feitas nos Escritórios e Postos de Atendimento da Deso porque o cliente vai precisar assinar o termo do acordo. Para outras informações basta acessar o site da Deso ou ligar 0800 0790 195.

Fonte: Ascom Deso


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais