População sofre para imprimir boletos do IPTU na Semfaz

0
Com apenas um ventilador de mesa para tanta gente, os contribuíntes penaram (Fotos: Portal Infonet)

A movimentação de contribuintes continua grande na sede da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), mesmo com a prorrogação da data de pagamento da cota única do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), desta sexta-feira, 20, para o dia 27 de fevereiro. Isso porque a população aracajuana em sua maioria ainda não recebeu a fatura em casa e não está conseguindo imprimir pela Internet. Somente na quinta-feira, 19, foram 1.900 contribuintes compareceram à secretaria para solicitar o boleto.

“Eu cheguei cedo e peguei a senha 234, a demora e o calor estão demais, é mesmo um sofrimento, porque se tivessem mandado pra casa, a gente pagava em bancos ou em casas lotéricas e não perdia todo esse tempo”, afirma a contribuinte Selma Santana.

O autônomo Lúcio Pereira também chegou cedinho à sede da Secretaria da Fazenda para tentar imprimir o boleto. “Eu moro no bairro América e estou aqui desde cedo porque não chegou nada em casa e eu quero pagar o IPTU com o desconto. Agora informaram que a gente pode pagar até o dia 27, mas eu já estou aqui, vou tentar ser atendido”, destaca o Sr. Lúcio.

Selma Santana chegou cedo para imprimir o boleto da cota única

A professora Maria José Silva reclamou no prejuízo para quem vai parcelar. "Isso porque eles prorrogram o pagamento da primeira parcela para até o dia 27 de fevereiro e já no dia cinco de março, o contribuínte deve pagar a segunda parcela, o que para muitos é impossível", lamenta.

Contraponto

De acordo com o secretário da Fazenda, Luciano Paes, o prazo para o pagamento da cota única com desconto de 10% já havia sido prorrogado do dia 5 de fevereiro para esta sexta-feira, 20. “Diante da dificuldade de acesso ao site verificada nesta quinta e o atraso na entrega dos carnês, que não foi ocasionado pelos Correios, mas pelo volume de correspondências que foi postada, nós decidimos prorrogar por mais uma semana, o vencimento da cota única e da primeira parcela do IPTU”, explica acrescentando que a emissão dos boletos começou mais tarde porque a base do cálculo do valor mudou junto com a lei aprovada na Câmara dos Vereadores em dezembro de 2014.

O Sr. Lúcio Pereira é uma das centenas de pessoas que não receberam o carnê 

Mudanças

Luciano Paes disse ainda que, com a mudança na legislação o reajuste do IPTU para apartamentos foi de 15% e para casas de 23%, mas podendo ser maior a depender do imóvel, podendo ser fixado em até 30%. Segundo ele, quem receber o boleto com aumento maior, deverá comparecer à sede da Secretaria Municipal da Fazenda, localizada à Praça General Valadão, Centro.

“Eles devem pagar a cota única para não perder o seu desconto ou a primeira parcela e entrar com um requerimento aqui no atendimento da Secretaria da Fazenda, para que seja revisto o caso deles especificamente”, orienta enfatizando que o cálculo da nova alíquota foi feito juntamente com especialistas da Universidade Federal de Pernambuco.'Mas claro que existe a possibilidade de falhas porque esses cálculos exatos possuem uma margem de erro de 9% para mais ou para menos', alerta.

Secretário Luciano Paes: "Reajuste foi fixado em até 30%"

Em Aracaju, são 180 mil contribuintes aptos a pagar o Imposto Predial Territorial Urbano, outros 50 mil proprietários de imóveis são isentos. O pagamento poderá ser efetuado em até 10 vezes, dependendo do valor a ser recolhido. No pagamento da cota única o contribuinte terá 10% de desconto e 5% para os contribuintes inadimplentes.

Boletos

A população aracajuana que não receber os boletos via Correios, poderá imprimir pela internet por meio do site da Prefeitura de Aracaju ou retirar nos CEACs do Shopping Rio Mar e do Terminal Rodoviário José Rollemberg Leite (Rodoviária Nova) e na Central de atendimento da Semfaz, na Praça General Valadão 341, Centro.

O pagamento poderá ser efetuado na rede bancária conveniada, a exemplo do Banese, Pontos Banese, Banco do Brasil, Banco Itaú, Caixa Econômica e Casas Lotéricas.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais