PSDI atrai indústria que produz matéria-prima para a fabricação de sorvete

0

A crescente expansão do parque industrial sergipano tem proporcionado a vinda de grupos industriais do sul do país para cá, gerando empregos e renda em Sergipe. Entre as 24 empresas que vieram para o Estado, durante o atual governo João Alves Filho, destaca-se a “Duas Rodas Nordeste”, fabricante de matéria prima para a indústria de sorvete.Instalada no Distrito Industrial de Estância, a empresa gera 44 empregos diretos na região, além de outros 30 de forma indireta. Beneficiada com incentivos do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial – PSDI, a indústria veio para Sergipe graças ao trabalho de atração de novos empreendimentos realizado pela Secretaria de Indústria e Comércio,em parceria com a Codise. Fundado em 1925 pelo casal de imigrantes alemão Rudolph e Hildegard Hufenüssler, que veio para o Brasil com o objetivo de fabricar extratos e essências naturais, o grupo se instalou inicialmente na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, onde está instalada a matriz da “Duas Rodas Industrial”. Além das duas unidades brasileiras o grupo mantém outros dois empreendimentos: a Duas Rodas Argentina, em Buenos Aires e a Duas Rodas Chile, em Santiago. De acordo com o gerente industrial da empresa em Sergipe, Jean Carlo Rossi, o grupo necessitava instalar uma unidade no Nordeste do país a fim de facilitar a logística e agilizar o atendimento aos clientes da região. “Os incentivos proporcionados pelo governo de Sergipe influenciaram muito na escolha pelo local”, diz Jean Carlo ao observar que a empresa recebeu incentivo fiscal, com a redução do ICMS e locacional, que possibilitou a compra do imóvel no município de Estância. A Duas Rodas iniciou suas atividades em Sergipe há onze meses, onde investiu cerca de R$ 8 milhões na fábrica que foi projetada para atender as necessidades do mercado nos próximos 10 anos. “Alguns resultados indicam que chegaremos a esta produção antes disso e o terreno que dispomos permite a expansão da fábrica, o que será realizado de forma gradativa, de acordo com a demanda do mercado”, observa o gerente ao destacar que toda a produção da empresa em Sergipe é escoada para as regiões Norte e Nordeste do país. Segundo ele, a Duas Rodas necessitava instalar uma unidade no Nordeste para facilitar a logística e agilizar o atendimento aos clientes daquela região. “Os incentivos recebidos pelo governo influenciaram na escolha por Sergipe”, disse ao enfatizar que a empresa é uma das maiores fabricantes de matérias-primas para a indústria de alimentos da América Latina. “A duas Rodas ocupa uma posição de liderança nas divisões de produtos para sorvetes e aromas no mercado brasileiro e uma posição de referência internacional em seu ramo de atuação”, destaca Jean Carlo. A unidade sergipana da empresa trabalha com mão-de-obra genuinamente sergipana. A fim de atender o padrão de qualidade implementado pelo grupo foi realizado treinamento com todos os funcionários contratados no Estado e que atuam na área operacional da indústria. “Realizamos treinamentos para demonstrar qual a correta operacionalização dos equipamentos instalados, demonstrando as normas de organização, limpeza , padronização e disciplina, entre outros aspectos importantes ao bom funcionamento dos serviços”, enfatizou o gerente industrial da Duas Rodas Nordeste.

Comentários