Rússia não importa em maio e saldo de exportações sergipanas cai

0

Foto Ilustrativa

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico (FIES/UFS), com base nos dados da SECEX (Secretaria de Comércio Exterior), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), apontou que Sergipe obteve um saldo negativo de US$ 18,1 milhões na balança comercial do mês de maio. A corrente de comércio, ou seja, o resultado da soma das exportações com as importações fechou em US$ 24,3 milhões registrando uma queda de 40,6% quando confrontada com o mês anterior.

No mês de maio as exportações sergipanas fecharam em US$ 3,1 milhões, caindo apenas 0,3% no comparativo com o mesmo mês do ano anterior. O valor exportado neste mês, o menor registrado desde o início do ano, segue a tendência de maio do ano passado que fechou 2010 com a menor soma de exportações. Entre os produtos mais vendidos para o exterior predominaram o suco de laranja, o açúcar de cana e os calçados, seguindo a mesma colocação do mês anterior.

No lado das importações ficou registrado o total de US$ 21,2 milhões, com decréscimo de 34,5% em relação a março e acréscimo de 38,6% sobre o mesmo período do ano passado. São os principais produtos da pauta das importações itens como trigo, diidrogeno-ortofosfato de amônio, coque de petróleo e sulfato de amônio.

Embora, desde fevereiro deste ano, a Rússia seja o principal país de destino das exportações dos produtos sergipanos, neste mês não foi registrada nenhuma venda para lá. Os Países Baixos, segundo principal destino, aumentaram as aquisições de produtos sergipanos em 12,4% entre abril e maio deste ano. Neste mesmo período, a Colômbia expandiu as compras em 3,8%.

Tratando-se de países fornecedores, desde o início do ano, os Estados Unidos é o principal país de origem das importações sergipanas. Porém, entre abril e maio foi registrada uma queda de 86,8% na compra de produtos americanos. Também caíram as importações dos produtos argentinos (em 10,7%). E, no mesmo período, a Rússia aumentou em 173% as vendas para Sergipe.

Fonte: IFS

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais