Santista demite funcionários e anuncia fechamento

0
Funcionários recebem comunicado de demissão (Fotos: Portal Infonet)

Funcionários da Santista Indústria Têxtil, localizada no município de Nossa Senhora do Socorro, assinaram hoje, 14, rescisão trabalhista. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Têxtil de Sergipe (Sinditêxtil), cerca de 200 trabalhadores devem ser demitidos. E em nota, a fábrica informa que as atividades da unidade de Socorro serão encerradas.

Por ordem alfabética, operadores de máquina foram chamados para assinar o aviso prévio, que implica na demissão. A empresa Santista informa que a decisão foi tomada em razão da forte queda nas vendas do mercado de vestuário profissional, causada pela conjuntura econômica.

J.S.N, 51, que trabalhava há 6 anos na fábrica, questiona: “O que não faz sentido é que, no início do ano, a empresa fez um alto investimento em uma caldeira. Como agora, de repente, fomos demitidos?”. O operador , preocupa-se em como vai reingressar no mercado de trabalho.

Ex-funcionário exibe demissão

A Santista acrescenta que a produção da Unidade de Acabamento de Tecidos em Socorro (SE) será encerrada e esclarece que irá tomar todas as medidas cabíveis para apoiar seus profissionais. Os trabalhos desenvolvidos no local serão transferidos para a fábrica da Santista em Tatuí (SP).

Sindicato

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Têxtil de Sergipe (Sinditêxtil) e mecânico de manutenção da Santista, Dilson Gama, cerca de 200 trabalhadores devem ser demitidos. Ele também alerta os trabalhadores sobre os acordos realizados com a empresa: “É importante que os companheiros só aceitem acordos feitos na Justiça do Trabalho, para garantir que seus direitos sejam resguardados”, alerta.

Por Jéssica França

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais