Saumíneo apresenta quadro econômico a empresários na CDL

0
Empresários conhecem estatística (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

O Brasil apresenta taxas de juros menores, crescimento da inadimplência e o maior crescimento do salário mínimo em relação a outros países. Estes foram alguns destaques abordados pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) em reunião almoço com o empresariado sergipano.

Na oportunidade, o secretário anunciou a abertura de mais quatro shoppings em Sergipe, entre os quais dois em Aracaju e os outros nas cidades de Lagarto e Itabaiana.

Saumíneo Nascimento apresentou um panorama mundial, comparando dados com o Brasil. “O ganho real do salário no Brasil é maior que a média mundial e isto aumenta o poder de consumo dos brasileiros”, observou, exemplificando.

O secretário também detalhou estatísticas referentes ao desenvolvimento econômico do Estado. Segundo os dados, Sergipe apresenta um PIB de R$ 23,932 bilhões e crescimento em torno de 5,3%, se configurando como o maior per capita da região Nordeste, com uma economia que tem a predominância das áreas de comércio e serviços (68%), indústria (28,6%) e agricultura e pecuária (4,6%).

Saumínio exibe dados

Nas áreas de maior predominância, o comércio se destaca com apenas 2,9% e os serviços com 54%. Em Sergipe, a geração de emprego aumentou 3,6% no ano passado, com a perspectiva de crescer algo em torno de 7% neste ano, segundo a estatística apresentada pelo secretário. A receita com a venda de mercadorias cresceu em torno de 75% em 2010 [o último levantamento], destacando-se o comercio varejista, que apresentou crescimento de 78% no período, enquanto o atacadista se destacou com crescimento de 69% e a área de serviços apresentou crescimento de 47%.

Através do Programa de Incentivo à Indústria, o PSTI, em Sergipe 253 empresas receberam incentivos do governo, destacando-se com 15.225 empregos. “Se permanecermos na média de 10 empresas ao mês recebendo incentivos, devemos fechar o ano com 100 empresas beneficiadas, o que é muito bom”, informa Saumíneo, bastante otimista com os demonstrativos econômicos.

Saumínio: perspectivas otimista

Em Sergipe, registrou-se a abertura de 2.356 empresas neste ano, mas, em contrapartida, outras 595 não se mantiveram e encerraram as atividades. As taxas de juros saíram do patamar de 42,5% no ano de 2011 para 34,2% neste ano para pessoa física, e da casa dos 26,3% para 18,5% para pessoas jurídicas. Mas, a inadimplência está em crescimento: passando de 3,4% para 3,7% em pessoa jurídica e de 6,7% para 7,5% em se tratando de pessoa física.

A reunião almoço é uma iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). “Trouxemos o secretário a esta reunião para o empresariado tomar conhecimento do que está se fazendo pelo desenvolvimento econômico do Estado”, resumiu o presidente da CDL, Samuel Shuster.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais