SE registra taxa de desocupação de 14,9% no 1º trimestre de 2022

(Foto: arquivo/Portal Infonet)

Dados da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios (PNAD contínua trimestral) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontaram que a taxa de desocupação do Brasil no 1º trimestre de 2022 foi de 11,1%, se mantendo estável com relação ao 4 º trimestre de 2021 (11,1%).

No estado de Sergipe, a taxa de desocupação passou de 14,5% no 4º trimestre de 2021 para 14,9% no 1º trimestre de 2022. Mesmo valor observado na região Nordeste (14,9%), porém, superior à média nacional (11,1%).

Os estados com as maiores taxas no 1º trimestre do ano foram: Bahia (17,6%), Pernambuco (17,0%), Rio de janeiro (14,9%) e Sergipe (14,9%). Já as menores taxas foram registradas em Santa Catarina (4,5%), Mato Grosso (5,3%), Mato Grosso do Sul (6,5%) e Paraná (6,8%).

Sergipe também se destacou no contexto nacional ao registrar a segunda maior taxa composta de subutilização (percentual de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial em relação a força de trabalho ampliada), 38,6%, inferior, apenas, ao estado do Piauí (43,9%).

Além disso, é importante destacar, que no período analisado, 27,1% da população ocupada do estado estava trabalhando por conta própria; 55,9% dos trabalhadores do setor privados estavam trabalhando com carteira assinada e a taxa de informalidade ficou em 53,6% da população ocupada.

Fonte: Fies

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais