Setor de serviços cresce em Sergipe, mas fecha ano com queda de 15,1%

0
Queda também ocorreu na comparação com dezembro de 2019. (Foto: IBGE)

Em dezembro de 2020, o setor de serviços em Sergipe apresentou um crescimento de 3,6% frente a novembro de
2020 (quando registrou um crescimento de 0,8%), na série com ajuste sazonal. Apesar do crescimento, Sergipe
fechou 2020 em queda de 15,1% no setor dos serviços. Essa queda também ocorreu na comparação com dezembro
de 2019 (-10,3%).

É importante ressaltar que em 2020, o setor de serviços passou por diversas instabilidades. Por exemplo, em abril, seu recuo foi de -14,7% (o maior registrado no ano). Somente a partir de julho de 2020, o setor de Serviços começou a se recuperar (3,1%), sendo que o resultado atingido em dezembro é o 6º consecutivo com dados
positivos, mesmo não sendo um crescimento constante (por conta de oscilações).

De novembro para dezembro de 2020, apenas duas das cinco atividades investigadas tiveram queda: os serviços prestados às famílias (-3,6%) e os transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,7%).

Setores afetados

Tais setores foram os mais afetados pela pandemia de Covid-19 em razão da necessidade de isolamento social, o que acabou provocando o fechamento de estabelecimentos considerados não essenciais e uma redução significativa no fluxo de pessoas em circulação.

Dessa forma, os serviços prestados em caráter presencial, sobretudo os voltados às famílias (restaurantes, hotéis, academias, salões de beleza, etc.) e o de transportes de passageiros (aéreo, rodoviário e metroferroviário) encontraram maiores dificuldades em retornar ao patamar de fevereiro de 2020.

Fonte: IBGE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais