Sindipetro: Greve pode afetar a produção de petróleo

0
Greve pode afetar a produção de petróleo em Carmópolis (Foto: Arquivo Infonet)

Os trabalhadores vinculados a uma empresa que presta serviços à Petrobras continuam em greve no município de Carmópolis. De acordo com informações do Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos, Químicos e Plásticos nos Estados de Alagoas e Sergipe (Sindipetro), a greve pode afetar a produção de petróleo na região por falta de manutenção na parte elétrica e também mecânica dos poços.

A sindicalista Gilvani Alves dos Santos, do Sindipetro, informou que os serviços nesta área estão interrompidos desde a segunda-feira, 16, e não há previsão de normalização. Ela explica que a empresa terceirizada ainda não pagou os salários do mês de abril aos trabalhadores e que a categoria só pretende retomar as atividades quando a folha de pagamento for regularizada.

Na semana passada, os trabalhadores realizaram uma manifestação em Carmópolis e ameaçaram realizar uma greve. Mas a classe recuou devido à promessa da empresa em pagar os salários até a quinta-feira, 12. “Mas a empresa não cumpriu o acordo e os trabalhadores decidiram parar”, informou a sindicalista. “Isso é calote”, destacou a sindicalista.

O Portal Infonet tentou ouvir a empresa denunciada e também a Petrobras. Nenhum gestor da empresa foi localizado e a assessoria de imprensa da estatal se comprometeu a enviar uma posição ainda nesta terça-feira, 17, mas não enviou. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações devem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 80000.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais