Situação da Yazaki em Sergipe ainda é indefinida

0
Prefeito Padre Inaldo participou de teleconferência com representantes da Yazaki (Foto: Prefeitura de Socorro)

Ainda não há uma resposta definitiva para a continuidade das atividades da Yazaki em Sergipe. Embora o prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo, tenha descartado a saída da empresa do estado, a direção afirma que está analisando o cenário e fazendo um levantamento dos impactos do fechamento da Ford no Brasil, sua principal cliente.

O prefeito do município, Padre Inaldo, esteve reunido na manhã desta quarta-feira, 13, por teleconferência, com o presidente da Yazaki no Mercosul, Lázaro Figueiredo, e o diretor de Recursos Humanos no Mercosul, Jair Pontes. Também participaram da reunião o gerente de Fábrica, Thomas Otto, e o gerente de Recursos Humanos da planta Socorro, Jorge Rodrigues; além do secretário de Indústria e Comércio, Luiz Carlos, e do vereador Elmo Paixão.

De acordo com o prefeito, os representantes da Yazaki disseram que ainda há muitas respostas a serem dadas pela Ford e, com isso, ainda não é possível fazer um levantamento dos impactos da saída da Ford, da cartela de clientes da Yazaki do Brasil. “Ainda estão analisando o cenário e buscando respostas mais precisas da Ford. Aliás, já são 20 anos de trabalho da Yazaki com a montadora no Mercosul”, explica Padre Inaldo.

Ainda segundo Padre Inaldo, a diretoria da Yazaki ressaltou que não trabalha apenas com a Ford, mas com outras marcas, como a Fiat. “A Yazaki é uma empresa grande, que trabalha com estratégia. Se perderam um cliente, com certeza, vão buscar outro para substituí-lo. Deixei claro que a Prefeitura de Socorro está à disposição, dentro da permissão legal, para ajudá-los nesse processo. O nosso desejo é que nenhum trabalhador seja afetado”, disse Padre Inaldo.

A Yazaki é fabricante de componentes automotivos, a exemplo de cabos, display e dispositivos eletrônicos, e um dos seus principais clientes é a fábrica da Ford, localizada na cidade de Camaçari no Estado da Bahia. Em Socorro, a empresa gera aproximadamente 1.100 empregos.

Com informações da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro

 

Comentários